RFID Noticias

RFID Melhora o Gerenciamento de Suprimentos para a Força Aérea Brasileira

Fornecedores estão marcando produtos com tags de frequência ultra-alta (UHF) EPC Gen 2 fornecidas por Avery Dennison, RR Etiquetas,Torres Tecnologia e Saint Paul RFID. Quando itens marcados são descarregados de caminhões no centro de logística, seja por empilhadeiras ou porta-paletes, as tags são lidas conforme passam por um portal RFID, portanto indicando que esses bens foram recebidos. Cada item (como um par de botas), bem como cara embalagem na qual múltiplos suprimentos são acondicionados, tem uma tag passive EPC Gen 2 colada, codificada com um número ID único. Os números ID da tag do item é casado com a ID da embalagem específica em que eles foram acondicionados.
Vários outros portais são instalados em egressos das múltiplas áreas de armazenamento dentro do centro. Conforme os itens passam por esses portais, o software é atualizado, para indicar para onde eles estão sendo movidos.

De acordo com Almeida Ribeiro, os maiores benefícios de usar a tecnologia RFID, testada no ano passado, são a velocidade e precisão com que os itens podem ser identificados. Isso permite ao Exército brasileiro melhorar seu sistema de recebimento, mantendo um registro eletrônico que pode ser fornecido por leitores e tags RFID nos itens.

A Força Aérea brasileira também está no processo de instalar um sistema RFID – nesse caso, no seu armazém de São Paulo. A intenção, diz o Capitão Róbson Teles Peixoto, que o projeto leva a essa implantação é de aumentar a precisão e diminuir o número de vezes que funcionários gastam recolhendo uniformes para serem enviados às tropas. Quando o armazém recebe pedidos de uniformes, os funcionários usam leitores manuais Motorola Solutions MC 9090 para rastrear o carregamento de embalagens com uniformes marcados nas paletes. Uma vez que o carregamento seja enviado, as paletes passarão pelo portal contendo um leitor RFID fixo Motorola XR 450. Os dados serão armazenados no software residente no programa database da Força Aérea, fornecido pela marca brasileira de fornecedor de sistemas de gerenciamento de armazéns, Cassioli.