RFID Noticias

RFID reúne provas para uma ação judicial

Enquanto os trabalhadores chegavam para o expediente, Romo e Marchese solicitavam informações de cada empregado que participava, como seu nome, o trabalho dessa pessoa na planta e o grupo em que ele ou ela trabalhava. A esse indivíduo foi então atribuído uma pequena tag RFID EPC Gen 2 passiva de freqüência ultra-alta (UHF) que cabem no bolso. (Cerca de 80 por cento dos trabalhadores concordaram em participar.) O número de identificação único codificado para cada tag estava ligada a informação do empregado no software iQ3. As tags foram, então, lidas enquanto os indivíduos atravessaram o portão, e novamente quando cada trabalhador batia seu ponto. Embora a equipe tivesse uma tendência a levar a tag e apresentá-la à antena, era desnecessário, diz Marchese, porque as antenas teriam capturado a identificação da marca nos bolsos de cada trabalhador.

Queralt levou sete leitores para o local, mas o perito concluiu que mais dois pontos de leitura eram exigidos. Portanto, o hardware foi movido várias vezes para realizar a leitura suplementar.

Quando os funcionários batiam o ponto no final de um turno, as tags eram lidas duas vezes mais, uma vez quando cada trabalhador batia o ponto para sair e outra vez quando essa pessoa saía pelo portão da fábrica. O estudo foi realizado através de quatro diferentes turnos durante o período de três dias (a fábrica funciona 24 horas por dia).

No final do período de 72 horas, a Queralt removeu o hardware e o software iQ3 realizou a análise para o perito. Isto incluiu a quantidade de tempo entre a chegada de um funcionário e a batida do ponto, o tempo médio para aqueles nos grupos de trabalho ou empregos específicos, e o tempo gasto no final do turno potencialmente para executar tais tarefas no local, como a remoção de equipamentos de proteção após bater o ponto para sair.

A testemunha, reporta Romo, diz que os dados foram mais completos do que o que é tipicamente recolhido através de métodos manuais. No entanto, ele se recusa a fornecer os resultados da investigação.