RFID Noticias

Notas do Editor: Economia, RFID e sucesso no Brasil

Apesar das oscilações da economia brasileira, os negócios com RFID podem crescer ainda mais no país, inclusive nas crises, com base em ações corretas de marketing

Por Edson Perin

30 de agosto de 2019 - Faz oito anos que venho acompanhando diariamente o mercado brasileiro de identificação por radiofrequência (RFID) e, desde então, acumulei diversos aprendizados. E por ouvir com atenção a muitos players com quem mantenho relacionamento próximo, acabo analisando estas visões e chegando a uma mescla, uma espécie de vetor resultante. Nesta coleção de lições e de mesclas, destaco a incrível flexibilidade que os fornecedores têm quando vão negociar suas soluções com empresas que são ou se tornarão usuárias desta tecnologia.

O que quero dizer com "flexibilidade"? Na verdade, é uma característica do mercado de tecnologias de um modo geral, e que funciona melhor com RFID, devido aos benefícios inerentes à esta tecnologia específica. Ou seja, se a economia vai mal, as vendas de RFID se realizam porque as empresas precisam economizar, cortando custos e aumentando a automação eficiente. Se a economia vai bem, o diferencial competitivo acaba sendo o driver de muitas implantações, com o intuito de aprimorar o poder de planejar e agir nos negócios, com amplo potencial de sucesso e antes dos concorrentes.

Clique aqui e leia o artigo na íntegra.

  • « Anterior
  • 1
  • Próximo »