RFID Noticias

Tecnologia atrai empresas de etiquetas e fabricantes de produtos

A SMAG Graphique mostra como a RFID pode ser usada por seus clientes de equipamentos para produzir rótulos e etiquetas, em sua sede em Paris, França

Por Claire Swedberg

23 de agosto de 2019 - A empresa francesa de rótulos e etiquetas SMAG Graphique vem expandindo seu portfólio de equipamentos para incluir RFID e fornecer codificação e controle de inlays. Recentemente, a empresa levou 165 usuários potenciais da tecnologia RFID para sua sede em Paris, na França, para que pudessem ver como a tecnologia está sendo usada e os benefícios que proporciona aos varejistas e outras empresas que exigem acesso automatizado a dados digitais por meio de um rótulos e etiquetas de produtos. Os provedores de tecnologia de RFID Nordic ID e Avery Dennison também participaram do evento.

A SMAG fornece soluções para rótulos e etiquetas de alto valor há 40 anos. Essas máquinas de conversão de etiquetas rolo a rolo impressas são usadas para rótulos que são aplicados a produtos premium, como vinhos, cosméticos, perfumes, bolsas e outras mercadorias, explica Sandro Cardoch, desenvolvedor de negócios da SMAG e especialista em RFID. "Eles gostam de ter uma etiqueta bonita em seus produtos", diz, "e é isso que fazemos".

Segundo Cardoch, a empresa tem estado entre os principais fornecedores europeus de equipamento de etiquetas estreitas nos últimos 30 anos. Cerca de 70% das vendas da empresa estão na Europa e o restante na América do Norte e outras partes do mundo. Recentemente, com o crescimento do mercado de impressão digital, a empresa começou a procurar maneiras de inovar e diversificar suas ofertas para competir com um mercado novo e em constante mudança.

Há cerca de uma década, a SMAG Graphique começou a fornecer uma máquina capaz de converter etiquetas que permite a adição de inlays RFID. E mais recentemente a empresa adicionou a funcionalidade dos sistemas de codificação e controle. A SMAG agora oferece três versões de suas máquinas Iconnect habilitadas para RFID. A Iconnect-c oferece apenas conversão; inlays RFID podem ser inseridos em cada etiqueta para torná-la inteligente, e a máquina permite a aplicação de inlays RFID a uma taxa de até 120 metros por minuto. A segunda versão, a Iconnect-e, fornece controle e validação adicional que garante que a tag permaneça legível. A terceira versão oferece codificação e controle. O recurso de controle garante que a tag dentro da etiqueta possa ser lida de maneira eficaz nas distâncias especificadas, de modo que possa operar conforme exigido por um usuário final.

Os clientes da SMAG consistem em empresas de impressão de etiquetas que criam seus próprios produtos de etiquetas personalizadas que depois vendem para marcas e produtos farmacêuticos. Além disso, a empresa vende suas máquinas diretamente para alguns usuários finais que utilizam o equipamento para imprimir e codificar as etiquetas habilitadas para RFID para seus próprios produtos, pois são fabricados no local. Nos últimos dois anos, por exemplo, uma empresa farmacêutica na Carolina do Sul tem usado o equipamento SMAG Graphique para converter e codificar seus próprios rótulos para produtos que vende para hospitais.

A SMAG decidiu realizar seu evento RFID in a Day porque o uso da tecnologia está crescendo, com mais empresas buscando agora etiquetas habilitadas. O evento foi realizado em junho para conscientizar seus clientes atuais e potenciais sobre o que a RFID pode realizar. A resposta foi maior do que a empresa esperava, diz Cardoch. O evento foi focado em uma audiência internacional; os dois primeiros dias foram direcionados para clientes falantes de francês, enquanto o terceiro dia foi apresentado para falantes de inglês.

A Avery Dennison forneceu inlays passivos de RFID UHF e compartilhou informações sobre a tecnologia, enquanto a Nordic ID realizou algumas demonstrações ao vivo que ilustraram como as etiquetas inteligentes podem ser usadas em um ambiente de varejo. Além disso, as placas de circuitos impressos VFP Ink Technologies, com tinta condutora, e Polytec PT mostraram processos para a impressão de antenas RFID.