RFID Noticias

IoT rastreia máquinas de venda automática

A Vendon e a AT&T fornecem dados sobre máquinas que distribuem lanches e bebidas automaticamente, para disponibilizar produtos na temperatura adequada

Por Claire Swedberg

22 de agosto de 2019 - A empresa de tecnologia de máquinas de venda automática Vendon se uniu à AT&T para permitir que uma máquina de venda automática ou uma máquina de café compartilhem remotamente seu status em tempo quase real através da rede celular da AT&T. Com a solução, empresas proprietárias ou operadoras de máquinas de venda automática podem obter dados automatizados sobre o desempenho de cada aparelho, sua operação e avisos sobre quando funcionários de manutenção ou de fornecimento precisam fazer uma visita.

O sistema emprega uma caixa de telemetria Vendon Internet of Things (IoT) conhecida como vBox, bem como software baseado em nuvem para gerenciar os dados. Foi projetado para ajudar as empresas a evitar que as máquinas de venda fiquem sem produtos e acabem perdendo vendas, além de garantir que defeitos possam ser rapidamente consertados. A indústria de máquinas de venda automática tem crescido nos últimos cinco anos, de acordo com as duas empresas. As previsões de longo prazo mostram um crescimento maior para o setor, mas as empresas precisam competir com outras ofertas de varejo, como lojas físicas e pedidos online.

Vendon vBox
Os clientes da Vendon se enquadram em duas categorias, de acordo com Andrey Sergeyev, diretor de atendimento ao cliente da empresa: empresas de máquinas de venda automática de lanches e bebidas frias e aquelas que fazem máquinas de café automatizadas. "Nossos clientes são tradicionalmente operadores que vendem ou alugam suas máquinas", explica, "ou os produtos armazenados dentro deles".

A venda de produtos é um sistema complexo, diz Sergeyev. As empresas podem vender ou alugar máquinas ou simplesmente oferecer serviços de manutenção. Como esses serviços são, por natureza, fornecidos em locais remotos, as empresas enfrentam um desafio ao gerenciar sua frota de ativos. As máquinas tradicionais que vendem lanches, bem como bebidas frias e quentes, são reabastecidas em intervalos regulares, com base em calendários.

A Vendon foi lançada em 2009 na Letônia com uma solução de pagamento de mensagens de texto SMS para que os clientes de máquinas de venda automática pudessem pagar por produtos usando seu smartphone e informações de conta bancária, sem precisar de dinheiro. Desde então, a empresa vem examinando o mercado e descobrindo maneiras de tornar as "vending machines" e as máquinas de café mais inteligentes. A empresa atende a clientes da Letônia como King Coffee Service, Pelican Rouge e Vending Land.

A maioria das máquinas de vendas automáticas fornecem dados como temperatura, informações para fins de manutenção, além do número de transações realizadas. Mas essa informação só pode ser acessada por um provedor de serviços visitando fisicamente a máquina. Recentemente, segundo Sergeyev, "as pessoas estão começando a entender que precisam tornar suas máquinas inteligentes. Elas querem poder tomar decisões com base em dados quase em tempo real".

As principais causas de dores de cabeça para os que trabalham no negócio de vendas, segundo Sergeyev, são a ineficiência em manutenção e estocagem e a necessidade de maximizar as vendas para competir com lojas e varejistas de alimentos online. "Eles precisam saber que a máquina funciona e vende os produtos corretamente", afirma, "e, se estiver quebrada, precisam saber disso. Cada minuto custa muito dinheiro".