RFID Noticias

Varejista lança RFID em 1.000 lojas este ano

A solução consiste em etiquetas adesivas da Intelligent Label Solutions (ITL) com inlays UHF RFID Tageos afixados nas roupas. As tags são lidas por funcionários das lojas usando leitores de mão da Zebra Technologies.

Para a implantação, aas mercadorias estão sendo etiquetadas na origem, de modo que, à medida que cada produto é criado, um rótulo fornecido pela ITL é anexado a um hangtag. O número de identificação exclusivo codificado nessa tag e está vinculado a dados sobre o produto, incluindo sua unidade de manutenção de estoque (SKU). O produto marcado é então enviado para o centro de distribuição. Depois que o item etiquetado é recebido na loja, os associados de vendas podem ler sua tag para criar um registro automatizado do que está disponível no local, permitindo que os funcionários facilmente controlem o estoque regularmente.

O foco é apenas no gerenciamento de inventário por enquanto. "Outros benefícios serão conquistados no futuro", disse McCann, como espelhos inteligentes, por exemplo. "O mantra da TFG", segundo ela, "tem sido baixa complexidade e alto retorno". A marca Markham foi selecionada para a implantação inicial, devido à sua alta taxa de reposição, demandando uma gestão de estoque mais eficaz.

Com os produtos Markham sendo totalmente etiquetados na origem, a empresa está expandindo o sistema para sua divisão de artigos esportivos, seguida por mercadorias multimarcas. A empresa planeja oferecer a cada uma de suas marcas um piloto de três meses antes de implementar a tecnologia. Também está nos estágios iniciais de planejamento para rastreamento de cosméticos e joias. O próximo passo pode ser o aperfeiçoamento dos centros de distribuição para capturar dados RFID para fins de logística. Em um CD, uma prova de conceito estará em andamento, ainda este ano, para ler as etiquetas de entrada de estoque que chegam dos fornecedores. As etiquetas podem ser lidas novamente quando as mercadorias saem do centro, fornecendo uma auditoria do movimento do produto em toda a instalação.

Desde que o sistema foi inaugurado, o TFG descobriu que a precisão do estoque melhorou e que as equipes das lojas ficaram livres para oferecer mais assistência ao cliente, em vez de contar produtos. Com essa precisão de estoque aprimorada, a empresa agora pode garantir reabastecimentos adequados à medida que as mercadorias são vendidas. "Nosso sistema de ERP impulsiona nossos modelos de reabastecimento", disse McCann, "e com a RFID fornecendo precisão de estoque, estamos respondendo automaticamente às necessidades da loja como resultado de dados precisos".

O desempenho de vendas recebeu um aumento inesperado com base no uso da tecnologia também, disse McCann. "Isso abriu nossos olhos para o potencial de não gastar uma semana em ações bianuais", acrescentou, permitindo que a força de vendas "se concentre em responder às necessidades de nossos clientes". No futuro, o sistema de ponto de venda das lojas será integrado à solução RFID para que as leituras das tags possam ser capturadas à medida que as mercadorias são vendidas. A empresa pretende concluir o lançamento em todas as lojas.