RFID Noticias

Tecnologia combate desperdício de alimentos

Ocean Mist e Costco usam uma solução de Internet das Coisas, baseada em RFID, para automaticamente localizar mercadorias na cadeia de suprimentos

Por Claire Swedberg

13 de agosto de 2019 - Os varejistas normalmente perdem uma média de 15% de sua renda anualmente devido ao desperdício de alimentos. Até 40% dos alimentos cultivados nos Estados Unidos nunca são consumidos, de acordo com o Natural Resources Defense Council (Conselho de Defesa dos Recursos Naturais ou NRDC). Grande parte da perda de alimentos ocorre nas fazendas, na casa dos consumidores e, também, devido às condições em toda a cadeia de fornecimento. A cadeia de frio é interrompida quando as unidades de refrigeração em veículos falham, atrasos ocorrem nas docas de carregamento ou ocorre um acidente.

Se a indústria alimentícia conseguisse eliminar esse problema, este alimento desperdiçado poderia alimentar milhões de pessoas. De fato, o relatório do NRDC de 2017, Wasted: How America Is Losing Up to 40 Percent of Its Food from Farm to Fork to Landfill (ou Desperdício: como a América perde até 40% de seus alimentos, da fazenda ao garfo, até o aterro sanitário), constata que a população mundial em 2050 precisará de 1,5 a duas vezes a quantidade de alimentos que cultivamos hoje, muitos dos quais não comemos. Enquanto isso, o desperdício de alimentos é responsável por 2,6% das emissões de gases de efeito estufa apenas nos EUA.

A Zest Fresh usa sensores de IoT para monitorar o manuseio e a qualidade de cada produto, começando no campo, permitindo a correspondência das necessidades de frescor com a atual situação da mercadoria
Há muitos esforços governamentais em andamento nos Estados Unidos para lidar com o desperdício de alimentos, de acordo com Andrea Collins, especialista em sistemas alimentares sustentáveis do NRDC. "Além disso, muitas empresas estão focadas em cortar seus resíduos. Muitas das soluções envolvem tecnologia, especialmente quando se trata de prever a demanda, gerenciar produtos, medir o que é desperdiçado e, em geral, maximizar a utilização de produtos integrais".

Várias empresas de alimentos estão lidando com o problema do desperdício na cadeia de fornecimento com uma solução baseada em RFID conhecida como Zest Fresh, fornecida pela empresa californiana Zest Labs. Sensores sem fio e software baseado em nuvem ajudam os usuários a rastrear as condições de seus produtos sensíveis à temperatura enquanto se deslocam do campo para a loja, identificando, assim, quando as condições estão fora dos parâmetros aceitáveis. A solução também fornece análises preditivas para recomendar ações corretivas quando uma excursão de temperatura é detectada.