RFID Noticias

Avery Dennison faz parceria com Kit Check

A ideia é ajudar empresas farmacêuticas a criar sistemas para implantar etiquetas RFID em etiquetas de medicamentos, permitindo rastreamento

Por Claire Swedberg

19 de abril de 2019 - Os fabricantes de medicamentos começaram a planejar ou implaentar soluções de etiquetagem de RFID para permitir o rastreamento de seus produtos desde a fabricação até o uso hospitalar. Para atender à necessidade de soluções globais perfeitas, a Kit Check e a Avery Dennison uniram esforços para fornecer uma solução que visa a facilitar o processo. A Avery Dennison está vendendo etiquetas RFID UHF passivas projetadas e desenvolvidas com a Kit Check para operar de forma eficaz quando aplicadas diretamente em um frasco ou seringa. As duas empresas fornecerão aos fabricantes de medicamentos soluções completas que incluem assistência para conversão de etiquetas, implantação de infraestrutura e integração com a plataforma de software da Kit Check.

A solução foi projetada para ajudar os fabricantes de medicamentos e as organizações de manufatura por contrato a atender às necessidades dos clientes do hospital que solicitam que as etiquetas sejam colocadas no ponto de fabricação. As empresas farmacêuticas devem cumprir o mandato de Boas Práticas de Fabricação Atual (CGMP) ditado pela Food and Drug Administration (FDA) dos EUA, o que significa que a rotulagem de RFID deve atender aos requisitos da CGMP. A solução da Kit Check e da Avery Dennison destina-se a garantir que esses requisitos sejam atendidos.

Kevin MacDonald, da Kit Check
A maioria dos compostos farmacêuticos está usando RFID e grandes fabricantes estão agora potencialmente prontos para seguir o exemplo. Em alguns casos, seus clientes - hospitais - estão usando o sistema Kit Check in-house para rastrear medicações e prazos de validade, e pediram que os medicamentos fossem etiquetados na fonte.

A Kit Check trabalha com a Avery Dennison há vários anos, diz Kevin MacDonald, co-fundador e CEO da Kit Check. "Um dos desafios da indústria farmacêutica é lidar com toneladas de líquidos e alta densidade", afirma MacDonald. A empresa descobriu que não havia outras etiquetas no mercado que pudessem operar nesses ambientes. Juntas, as empresas de tecnologia desenvolveram uma etiqueta que funciona bem quando incorporada ao rótulo de um medicamento líquido, tanto em uma fábrica quanto em um kit hospitalar, usando o sistema de gerenciamento automático de bandejas de medicação ativado por RFID da Kit Check.

Até agora, a Avery Dennison simplesmente trabalhou com a Kit Check para projetar tags para casos de uso específicos, de acordo com DJ Lee, diretor do canal global de RFID da Avery Dennison. "Nosso principal apoio para eles foi projetar o produto", diz ele. "O design de qualidade do produto tem que funcionar em muitos ambientes diferentes." A flexibilidade era a chave para que a etiqueta pudesse ser lida na fábrica, no hospital, em qualquer medicação de tamanho. "Tivemos que passar por muitos trabalhos iterativos com Kit Check e seus clientes", Lee lembra, para criar a tag agora em uso.