RFID Noticias

Novo leitor UHF foca fornecedores automotivos

O RFU61x da SICK foi projetado para ler tags RFID UHF a curta distância, para que fabricantes de equipamentos originais possam usar tags em locais apertados

Por Claire Swedberg

18 de abril de 2019 - A empresa de sensores de automação industrial SICK lançou um novo dispositivo de leitura / gravação RFID UHF destinado a locais apertados, como linhas de montagem de veículos. O leitor RFU61x da SICK, com interfaces Ethernet e fieldbus integradas, destina-se a fornecer uma alternativa à tecnologia RFID HF de 13,56 MHz usada em linhas de montagem.

A empresa chama o RFU61x de o menor e mais inteligente leitor UHF industrial do mercado. O dispositivo mede 80 milímetros por 92 milímetros por 38 milímetros e a SICK demonstrou o novo leitor no evento RFID Journal LIVE! deste ano, este mês em Phoenix, Arizona.

A empresa projetou o dispositivo UHF para capturar dados de tags em espaços apertados, com uma faixa que é ajustável a distâncias de leitura de HF típicas. Uma característica, diz Philipp Bordne, gerente de produto RFID da SICK, é o projeto de características de antena que fornecem uma zona de leitura bem definida. Dessa forma, os itens marcados, como pequenos componentes em montagem, podem ser identificados de forma confiável em espaços onde as leituras perdidas seriam prejudiciais, apesar do fato de que a tecnologia UHF, em vez da tecnologia HF, está sendo usada.

Muitos dos clientes da SICK são fabricantes de automóveis que já usam a tecnologia RFID UHF para rastrear os corpos dos veículos que montam e que lêem as etiquetas durante e após o processo de fabricação. Fornecedores de peças nessa indústria, no entanto, trabalham em um ambiente muito diferente, criando pequenos produtos que são montados em espaços apertados. Como tal, eles geralmente empregam a tecnologia HF para monitorar um transportador de componentes em espaços apertados onde outros produtos estão próximos.

Como os fabricantes de automóveis começaram a solicitar que os fornecedores aplicassem etiquetas RFID UHF diretamente em seus produtos, a SICK começou a procurar opções para que os fornecedores de peças também ganhassem valor da UHF. "Queríamos fornecer ao setor uma solução que aproveitasse os benefícios da tecnologia UHF em um estágio anterior da cadeia de valor", explica Bordne. Uma aplicação alvo do RFU61x será o uso de pequenos transponders em peças sendo montadas, com um alcance de leitura de até 150 milímetros. Com grandes transponders, no entanto, as distâncias de 500 milímetros se tornarão típicas, de acordo com Daniel Thomas, gerente de desenvolvimento de negócios para RFID da SICK.