RFID Noticias

Fábrica de portas ganha eficiência logística

A empresa de Santa Catarina reduziu pela metade o tempo de carregamento de contêineres e passou a controlar com eficiência o estoque de mais de 600.000 unidades

Por Edson Perin

25 de março de 2019 - Uma fábrica brasileira de portas de madeira, localizada em Santa Catarina e que destina a sua produção para o mercado externo, descobriu na tecnologia de identificação por radiofrequência (RFID) o meio mais eficiente de controlar seu estoque com mais de 600.000 itens e ainda reduzir pela metade o tempo para carregamento de contêineres. Em outras palavras, com RFID a empresa teve uma grande diminuição de custos operacionais de logística e processos.

A fábrica, cujo nome pediu para não ser revelado, é cliente da Sowx, uma empresa de integração de RFID, com sede em Novo Hamburgo (RS). O caso de sucesso está participando como finalista da premiação RFID Journal Awards, cujos vencedores serão conhecidos durante a realização do RFID Journal LIVE!, em Phoenix-Arizona, nos Estados Unidos. O evento de conferência e exposição anuais do RFID Journal ocorre de 2 a 4 de abril de 2019, totalmente em língua inglesa, sem tradução.

Empilhadeira localiza portas de madeira graças a tags postas no chão, indicando cada posição
Cleveland Júnior Soares, diretor e fundador da Sowx e responsável pelo projeto, diz que, "a partir do momento em que começamos a utilizar a tecnologia RFID, quando passamos a usufruir de todo o seu potencial para identificar e registrar os movimentos de produtos e equipamentos no processo de produção de forma automática e integrada, foi que percebemos as grandes possibilidades de economia e maximização de resultados. Ser mais eficiente no processo de separação e entrega de produtos para embarque é um resultado extremamente importante para a nossa operação".

A solução RFID idealizada pela Sowx para localizar produtos no gigantesco estoque contou com o uso da tecnologia em empilhadeiras e estas registrando todos os pallets movimentados, o que tornou possível obter um nível muito alto de confiança nas posições dos produtos em estoque.

"Antes utilizávamos um turno para fazer separação de pallets de produtos em estoque para completar um contêiner de transporte, sendo que cada contêiner é carregado com 35 pallets", diz Soares. "Hoje, com o uso da tecnologia RFID e a informação precisa de onde os pacotes estão em estoque, foi muito mais ágil e eficiente selecionar os produtos e enviá-los para remessa; conseguimos reduzir em 50% o tempo para separação e entrega dos pallets para expedição".