RFID Noticias

Workshop tratará rastreamento de bagagens aéreas por RFID

Para ajudar as companhias aéreas a descobrir como implantar e se adequar à determinação da IATA, o RFID Journal está oferecendo um seminário gratuito no LIVE!

Por Mark Roberti

8 de março de 2019 - Em outubro de 2006, quando eu tinha muito menos cabelo grisalho, escrevi um artigo intitulado "O rastreamento de bagagens aéreas é óbvio". No texto, relatei que a Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA), que inclui mais de 200 companhias aéreas como membros, realizou algumas pesquisas e descobriu que o rastreamento de bagagem por RFID poderia economizar US$ 700 milhões anualmente, reduzindo o número de malas perdidas ou mal manuseadas (cerca de US$ 900 milhões pelo valor de hoje).

A IATA estava incentivando as companhias aéreas a adotarem tecnologias de identificação por radiofrequência (RFID) para rastreamento de bagagem, mas isso não aconteceu. Uma razão é que a RFID UHF passiva era relativamente nova na época e um pouco inconsistente. Não era possível, naqueles dias, ler etiquetas RFID em itens de bagagem em orientação aleatória, descendo de um transportador, com 99% de precisão. Outra questão é que as companhias aéreas estavam relutantes em gastar dinheiro em uma tecnologia nova e relativamente não comprovada.

Clique aqui e leia o artigo na íntegra.

  • « Anterior
  • 1
  • Próximo »