RFID Noticias

Plataforma Blockchain alavanca solução RFID

A solução atende ao mercado de gado e permite aos usuários compartilhar dados com outros membros da cadeia de fornecimento e consumidores

Por Claire Swedberg

18 de fevereiro de 2019 - As tecnologias de blockchain e de identificação por radiofrequência (RFID) estão convergindo com uma nova plataforma de supply-as-a-service que está sendo testada por empresas no mercado de gado, como a fornecida pela Citizens Reserve. A solução da empresa, conhecida como SUKU Ecosystem, usa sua plataforma blockchain, junto com o software Cosmos e interface de programação de aplicativos (API) da Smartrac, e leitores e tags RFID UHF da Smartrac, para permitir que as empresas rastreiem seus produtos.

O caso de uso inicial é o gerenciamento de dados referente à movimentação de animais pela cadeia de suprimentos. Com as tecnologias RFID e blockchain, os usuários podem capturar e compartilhar dados sobre as condições de animais e carne, além de outras informações importantes para varejistas e consumidores, como status de organismos geneticamente modificados (GMOs), tipo e qualidade de alimentos e outras condições. A solução SUKU Ecosystem pode ser utilizada por uma variedade de indústrias para fornecer visibilidade e autenticação da cadeia de suprimentos.

Yonathan Lapchik, da Citizens Reserve
Com o SUKU, as partes interessadas da cadeia de suprimentos podem gerenciar dados de ponta a ponta, a fim de aumentar a eficiência, transparência e colaboração, de acordo com Yonathan Lapchik, CIO da Citizens Reserve. "Fizemos isso oferecendo uma plataforma de cadeia de fornecimento como serviço para empresas de todos os portes", explica Lapchik.

A plataforma consiste em dois componentes principais, diz Lapchik: um sistema chamado Marketplace e uma solução conhecida como Track & Trace. O Marketplace fornece dados sobre um produto para os consumidores na loja ou após uma compra, enquanto a função Track & Trace se destina a ajudar os membros da cadeia de suprimentos a confirmar informações sobre um produto enquanto ele flui para a loja. A plataforma também permite que os usuários criem seus próprios aplicativos de cadeia de suprimentos usando a funcionalidade blockchain do Citizens Reserve.

Com a tecnologia, os participantes de uma cadeia de valor da pecuária podem empregar leituras de tags RFID UHF em vários pontos da cadeia de suprimentos para capturar dados que desejam visualizar, salvar e compartilhar. Eles podem ler e inserir dados sobre o gado ou a carne como parte de um registro imutável que comprova o status orgânico ou de sustentabilidade do produto.