RFID Noticias

Wiliot anuncia sensor Bluetooth passivo

A empresa de semicondutores também atraiu mais de US$ 30 milhões em financiamento da Avery Dennison, da Samsung Venture Investment e da Amazon Web Services

Por Mark Roberti

4 de fevereiro de 2019 - A Wiliot, empresa de semicondutores fabless inaugurada em 2017, lançou o primeiro sensor Bluetooth passivo do mundo. O dispositivo, que ainda é um protótipo, pode coletar energia de RF ambiente de pontos de acesso Wi-Fi, bem como smartphones conectados a torres de celular e outros sinais Bluetooth. Também é capaz de detectar temperatura, pressão e movimento, e depois transmitir essa informação para qualquer transceptor Bluetooth. A empresa atraiu mais de US$ 30 milhões em financiamentos da Amazon Web Services, Avery Dennison e Samsung Venture Investment Corp.

"Esta é a terceira iteração do nosso chip, e está realmente transmitindo", diz Steve Statler, vice-presidente sênior de marketing e desenvolvimento de negócios da Wiliot. "É uma espécie de nossa primeira chamada do outro lado do Atlântico. Este ano será sobre provar que é possível criar um sensor Bluetooth passivo para escalá-lo. Ter o investimento da Avery Dennison, Amazon Web Services e Samsung nos ajudará a fazer isso".

O dispositivo transmite parte de uma mensagem quando a energia suficiente é armazenada
O chip atual oferece uma distância de comunicação de aproximadamente 2 metros ou mais, se houver muita energia disponível no ar. No entanto, Statler acredita que a próxima versão do chip será capaz de atingir uma distância de 10 a 20 metros.

O dispositivo não usa backscatter para refletir de volta um sinal para um leitor, como faz um transponder RFID UHF passivo. Em vez disso, coleta energia de qualquer dispositivo de RF e armazena-a. Quando tem energia suficiente armazenada, transmite parte de uma mensagem e espera armazenar mais energia. Em seguida, envia a próxima parte da mensagem e assim por diante. Essa capacidade de dividir a mensagem e transmiti-la em fases, quando o chip recebe energia de seus arredores, é a inovação revolucionária de Wiliot, diz a empresa.

"Com uma dúzia de beacons convencionais que custam US$ 20 cada, você pode cobrir uma loja e fazer com que leiam as identificações em nossas etiquetas em todos os produtos da loja", diz Statler. "Dessa forma, você tem dados em tempo real em vez de alguém sair com um leitor portátil a cada dois dias para fazer o inventário".