RFID Noticias

Robô automatiza inventário da Decathlon

A filial da loja de artigos esportivos em São Francisco, nos EUA, usa um robô para automatizar a contagem de estoque, localizar produtos e evitar perdas

Por Claire Swedberg

4 de janeiro de 2019 - Quando a Decathlon abriu suas portas nos Estados Unidos (EUA), em novembro de 2017, imediatamente economizou custos de mão-de-obra e aumentou a precisão do seu inventário graças a um robô que faz a leitura EPC UHF RFID. A máquina permite que a loja de artigos esportivos, localizada em São Francisco, Califórnia, capture automaticamente os dados não apenas do estoque disponível, mas também de onde os produtos estão localizados.

A Decathlon já utiliza RFID para gerenciar estoques de suas lojas na Europa e na Ásia. Quando planejou a abertura de uma loja de marca nos EUA, a empresa considerou novas maneiras de usar a tecnologia e selecionou um sistema robótico da Simbe Robótica. O robô Tally da Simbe foi inicialmente lançado para usar a visão computacional para gerenciar atividades em uma loja, incluindo preços, bem como monitorar produtos em prateleiras. Mais recentemente, tem fornecido a funcionalidade de leitura de RFID com seu robô.

O robô Tally automatiza inventário de lojas e acha itens perdidos
A Decathlon é a maior varejista de artigos esportivos do mundo e até 2017 não tinha presença nos Estados Unidos. A empresa abriu sua primeira loja em Lille, na França, em 1976, e agora opera aproximadamente 1.414 localidades em todo o mundo. A San Francisco Lab Store tem como objetivo coletar feedback dos clientes sobre seus produtos e, em seguida, usar essas informações para inovar. Possui mais de 10.000 produtos no local, abrangendo mais de 80 modalidades de esportes, e quase todos os produtos são armazenados no chão de fábrica.

Como a Decathlon já aplica tags RFID à maior parte de suas mercadorias no ponto de fabricação, optou por alavancar a funcionalidade RFID em um robô para evitar que os funcionários da loja passassem pela tarefa demorada de percorrer os corredores com um leitor portátil de RFID para contar produtos.

"Todos os nossos produtos têm etiquetas RFID", diz Tony Leon, CTO da Decathlon. "Ao ajudar nossa equipe com o estoque, Tally permite que nossa equipe gaste mais tempo interagindo e interagindo com os clientes e menos tempo nos bastidores contando produtos". O robô percorre os corredores das lojas sete dias por semana, com o objetivo de capturar um inventário de todos os itens pelo menos uma vez ao dia, explica Brad Bogolea, CEO e co-fundador da Simbe Robotics.

A Decathlon fornece um ambiente excepcionalmente desafiador para rastrear o inventário. Como quase todos os seus produtos estão disponíveis na área de vendas, é vital que a empresa entenda quais mercadorias precisam ser reabastecidas e quais podem estar armazenadas incorretamente. No ambiente de artigos esportivos, no entanto, os clientes geralmente pegam um produto e o levam para outra parte da loja. Por exemplo, diz Bogolea, não é incomum ver alguém andando de bicicleta ou de skate para fazer um teste dentro da loja e depois não devolve o item ao local correto.