RFID Noticias

NFC entra em campo na Copa do Mundo

A intenção da bola é resolver um desafio criado pelas tendências de compras online, nas quais o engajamento de consumidores com marcas específicas é mais difícil, já que varejistas online e mídias sociais frequentemente fazem sugestões para consumidores sobre compras, diz Alexander Rensink, gerente do segmento de negócios da NXP. Por exemplo, a assistente Alexa da Amazon, ou vários sites de mídia social, segmentam consumidores com produtos e determinam a melhor seleção para esse consumidor, deixando a marca fora da discussão. "Ter NFC em um produto abre canais para marcas que levam diretamente ao consumidor", diz Rensink.

A bola usada pelos jogadores também estava disponível para compra pelos fãs. Quando alguém compra a bola, essa pessoa pode tocar em seu celular - com base no Android ou no iOS - perto da bola para se conectar automaticamente ao conteúdo e às informações da Adidas, exclusivo para quem usa a bola. O conteúdo inclui informações sobre a bola em si, bem como acesso a desafios que os usuários podem entrar para competir com outras pessoas ao redor do mundo.

Alexander Rensink, da NXP
Ao mesmo tempo, a Adidas pode coletar dados sobre a localização da bola quando sua tag NFC é lida, com base na localização GPS do telefone que está sendo usado, e pode compartilhar esses dados de localização com outros usuários. A Adidas está vendendo a bola online e, embora a empresa não tenha liberado os números de vendas, há mais de 100.000 usuários de bola atualmente participando do programa.

A bola vem com um inlay Smartrac Circus Flex equipado com um NXP NTAG IC. A estrutura fina e a flexibilidade da tag permitem que ela seja diretamente embutida em bolas como a Telstar 18, além de camisas, jaquetas e calçados, diz Karin Fabri, vice-presidente sênior e chefe de marketing e comunicações corporativas da Smartrac. A tag destina-se a manter ciclos de lavagem e secagem em casa quando incorporada em roupas, mas no caso da Telstar 18, ela precisava suportar o impacto de chutes na bola, mesmo se um jogador chutasse o ponto onde a tag está incorporada.

Karin Fabri, da Smartrac
"É claro que os fatores de estresse para inlays NFC são muito altos em um campo de jogo", diz Fabri, especialmente quando os profissionais estão chutando a bola, então o maior desafio está na proteção da área de circuito integrado (IC). "Estamos usando um lacre especial 'glop-top', que protege o IC e sua conexão com a antena". A construção da tag na esfera exigiu uma otimização precisa do processo, material e dimensões.

"Testes extensivos confirmaram que o Circus Flex é resistente a praticamente qualquer tipo de estresse imaginável", afirma Fabri. A tag foi incorporada no ponto de fabricação pela Adidas. "Hoje", acrescenta, "os inlays também estão sendo utilizados em calçados Adidas, como as chuteiras Adidas Made For AM4", que são entregues pela Speedfactory da Adidas.