RFID Noticias

IoT se alia à segurança alimentar nas fábricas

Empresas como Dean Foods, Kings Hawaiian e Tennessee Bun Co. usam software da Somax para gerenciar manutenção e sanitização, com planos de incorporar IoT.

Com a maioria das soluções IoT, Wright diz que "o desafio é que existem sistemas diferentes para manutenção e sanitização. A informação está em sistemas ou bancos de dados completamente diferentes", e muitos não têm comunicação entre si. Portanto, em alguns casos, a manutenção pode ocorrer sem o acompanhamento adequado.

Sistemas como o FactoryTalk, da Rockwell Automation, capturam informações específicas de equipamentos e as trazem para um repositório central para análise. O fabricante de equipamentos CERTUSS faz sensores IoT para seus geradores de vapor usados no processamento de alimentos, assim como empresas similares que atendem processadores de alimentos .

Essas máquinas de processamento vêm com sensores e software para gerenciar dados, e cada máquina muitas vezes se torna sua própria ilha isolada.

A Somax oferece uma camada que fica no topo deste tipo de dados, a fim de criar insights acionáveis, bem como extrair dados dos próprios sensores externos da Somax a partir de equipamentos legados. O aplicativo e o software da empresa são projetados para completar grande parte da resolução de problemas de uma fábrica de processamento de alimentos antes que os membros da equipe precisem intervir. O sistema é projetado para fornecer manutenção prescritiva que não só identifica um problema pendente, mas também prescreve possíveis soluções.