RFID Noticias

Loja de Nova York agrega inteligência às roupas

A loja tem quatro vestiários, cada um equipado com um leitor RFID UHF da SATO, explica Brent Paulsen, diretor-gerente e chefe de varejo da UNTUCKit. Na entrada da loja, um contador de tráfego baseado em câmeras RetailNext foi montado no teto. Aproximadamente 50 camisas "try-on" estão em exibição, diz, cada uma representando um tamanho e categoria. Uma etiqueta RFID está integrada no rótulo de cada camisa, codificado com um número de item de comércio global serializado (SGTIN), da GS1.

Quando um comprador entra em uma loja, o contador de tráfego identifica essa ação, que é armazenada no software RetailNext. Um funcionário de vendas pode então cumprimentar o cliente e fornecer a ajuda necessária para encontrar uma peça de roupa. O empregado pede ao comprador o tamanho que normalmente usa e o cliente então leva a peça de roupa para o vestiário. Se a camisa não servir, o comprador pode solicitar um tamanho diferente. O leitor, como componente da plataforma VISION, detecta cada item que é trazido para o cliente, com base na etiqueta RFID no rótulo da camisa. O software da SATO captura e gerencia esses dados no servidor local UNTUCKit.

Se o comprador comprar a camisa, os dados do PDV estão correlacionados com a informação capturada pelo software RFID da SATO, fornecendo análises sobre quais camisetas foram experimentadas e depois compradas. "Isso nos dá uma quebra percentual de experimentações versus vendas reais", afirma Sanandres. O software também permite que a empresa veja a frequência com que os tamanhos de camisa precisam ser trocados, ajudando a empresa a entender melhor a forma como os tamanhos de camisa interfere na compra dos clientes.

A longo prazo, diz Keith Sherry, COO da SATO Global Solutions, o software SATO pode realizar mais do que analisar try-ons versus vendas. O sistema vem com um aplicativo baseado em iOS e Android que os vendedores podem usar para atender melhor os clientes. A solução permite utilizar o aplicativo para ver se os produtos estão disponíveis em outras lojas ou online, além de criar uma cesta de compras para clientes e permitir que paguem por camisas através do aplicativo.

O teste inicial da UNTUCKit é a ponta do iceberg do que a tecnologia pode fazer, diz Sherry. "A tecnologia tem muita capacidade", acrescenta. A empresa pretende determinar seus planos de implantação em questão de meses, segundo Sanandres, com base nos resultados do piloto.