RFID Noticias

Dispositivos IoT conectam máquinas antigas

A empresa buscou solução para milhares de máquinas industriais que não têm nenhuma rede, mas devem ser rastreadas para fins de funcionalidade, manutenção ou gerenciamento de inventário. Quando uma máquina faz parte de um sistema IoT, explica Kiliany, existem muitos desenvolvedores de software que podem criar um sistema para que a empresa monitore o equipamento. "Mesmo que haja muitos talentos de software, há muito pouco talento de hardware lá fora", diz ele. Portanto, a empresa visou a reunir um conjunto de ferramentas de hardware de baixo custo para obter dados de rede.

Cada pilha consiste em blocos de 2 polegadas por 2 polegadas, cada um com sua própria função, e cada um pode ser conectado ao próximo para criar um único sistema. Os usuários podem criar software usando a programação Python por uma ferramenta de criação visual chamada "Stackbuilder" para escrever aplicativos para o dispositivo.

O módulo Superbase se conecta a um laptop por meio de um cabo e vem com oito gigabytes de memória flash. Os usuários podem criar a pilha para uma funcionalidade específica no aplicativo e, em seguida, carregar dados na memória. Quando os blocos são montados e o aplicativo carregado na memória da Superbase, podem ser anexados a uma máquina. Os blocos podem ser alimentados através de uma tomada de energia ou de uma bateria interna.

Um exemplo típico de instalação, diz Kiliany, pode ser uma pilha para monitorar uma bomba usada em uma instalação de tratamento de água. Os usuários podem conectar blocos, como sensores de vibração, pressão ou consumo de energia, e um módulo Wi-Fi. A empresa oferece suportes de montagem para trilhos padrão DIN metálicos (um tipo de trilho de metal usado para montar equipamentos de controle industrial e disjuntores dentro de racks de equipamentos).

Os sensores começam a coletar dados, que são armazenados no módulo base e reencaminhados através do Wi-Fi ou bloco de conexão celular para o servidor, onde o software pode então armazenar e gerenciar essa informação. No caso de uma falha na bomba ou uma diminuição da funcionalidade, os sensores capturariam uma mudança de condições e enviariam essas informações para o software, o que poderia desencadear um alerta, como um e-mail ou mensagem de texto para um gerente de instalações.