RFID Noticias

Hospital monitora pacientes em tempo real

Os membros da equipe podem usar essas informações quando precisam localizar um paciente em particular. Por exemplo, se um médico descobre que o paciente não está em seu quarto, este pode usar o software para determinar onde o paciente foi. Essas informações também podem ser compartilhadas com um visitante ou membro da família.

No passado, se um paciente necessitasse de acompanhamento mais próximo, um membro da equipe teria de ficar com ele em todos os momentos. Mas com a tecnologia RTLS, isso nem sempre é necessário, uma vez que o sistema faz com que seja possível localizar facilmente o indivíduo.

John Cutshall
Quando um paciente tem alta, um membro do pessoal corta a tag e coloca-o em uma caixa contendo um beacon embutido. Esse número ID é então transmitido ao software TeleTracking para indicar que o paciente fez check-out e que o seu quarto está, portanto, disponível para a limpeza. O software TeleTracking alerta automaticamente o pessoal da limpeza por um sistema de pager que o quarto está pronto para ser limpo, assim como os tipos de tratamento que o paciente recebeu e que podem necessitar de tipos específicos de ferramentas de limpeza.

Hanley diz que o Sharp HealthCare pretende expandir a solução para todas as suas instalações. Os resultados do sistema RTLS para rastreamento de pacientes ainda estão sendo avaliados, diz White, incluindo o quanto reduziu o tempo de inatividade de leitos. O foco do hospital, acrescenta, não é apenas em preenchimento de leitos, mas também em garantir que os pacientes estejam prontos para ir para casa rapidamente.

Além disso, White diz que os dados permitem decidir sobre modificações com base nos relatórios diários. "As coisas são muito mais transparentes", afirma, e a gestão hospitalar pode, assim, controlar a rapidez com que leitos são entregues. A nova torre será inaugurada também com o sistema RTLS de rastreamento de ativos.