RFID Noticias

Confecção libanesa reduz estoque de segurança

A prioridade da empresa era implantar o sistema de RFID para realizar contagens de inventário de suas mercadorias em cada loja. Ao saber que os produtos estavam nas prateleiras e nos estoques diariamente, as lojas podem reordenar ao estoque de cada dia, conforme necessário, assegurando assim que os produtos não se esgotem. Além disso, se os bens forem encomendados online diretamente pelos clientes, a tecnologia torna possível que a empresa saiba onde esses produtos estão, para garantir que podem ser enviados da loja mais próxima.

A B.I.T. Soluções de Segurança em primeiro lugar visitou lojas de fábrica da Pellini no Líbano e, em seguida, projetou o sistema para incluir as mais adequadas etiquetas, impressoras e leitores. A Pellini trocou o seu sistema de código de barras existente pela solução de RFID. Então, em vez de anexar etiquetas de código de barras nas peças de vestuário, a empresa passou a usar as etiquetas RFID passivas EPC UHF.

O leitor Neo 01 também pode ser colocado no modo contador Geiger e, em seguida, ser usado para localizar um item específico
Na primeira fase da implantação RFID, a fábrica da Pellini anexou as etiquetas RFID Smartrac nas etiquetas hangtag de cada peça fabricada. O número de ID único para cada tag foi relacionado à unidade de manutenção de estoque do vestuário (SKU), incluindo seu tamanho, estilo e cor, no software de gerenciamento da Pellini.

Quando a mercadoria chega em qualquer uma das 10 lojas com RFID, os funcionários podem usar o seu leitor Neo 01 para capturar a ID da tag. O leitor usa Bluetooth para se comunicar com qualquer smartphone ou tablet rodando Microsoft Windows ou Android e ler tags a um alcance de até 8 metros.

"A tecnologia RFID permite à nossa equipe fazer um balanço dos produtos diariamente em cada loja", diz Boutros. "Os nossos funcionários podem avaliar o nível de estoque em depósito ou contar todos os produtos em uma loja de uma só vez", acrescenta. "Pode ser alcançado com facilidade por causa da possibilidade de integração RFID com o nosso software". As contagens de inventário antes da RFID exigiam que a etiqueta com código de barras de cada item fosse digitalizada.