RFID Noticias

Escolas automatizam pagamentos de lanches

Na entrada de cada escola, a RFID Global instalou um leitor de longo alcance Feig Electronics ID ISC.LRU3000, conectado a duas antenas Feig ISC.ANT.U270/270-EU, de acordo com Paola Visentin, gerente de marketing e comunicação da empresa. Os crachás contendo chips Alien Technology Higgs3 UHF RFID foram fixados nas mochilas dos alunos. O número de identificação exclusivo de cada tag RFID está relacionado no sistema Kubos com nome e pagamento da criança correspondente.

Quando os alunos chegam à escola todas as manhãs, o leitor na entrada do prédio capta o ID e encaminha os dados para o software Kubos residente na base de dados da escola, através de uma conexão Wi-Fi. O software identifica quantos estudantes consumirão uma refeição naquele dia. Também deduz automaticamente o custo do almoço da conta de cada criança. A empresa de catering pode, então, preparar o número exato de refeições necessárias para esse dia.

Na entrada de cada escola, a RFID Global instalou um leitor Feig Eletrônicos, de longo alcance, ligado a duas antenas Feig
Durante o início da instalação, Visentin afirma que cerca de 99% dos estudantes puderam ser identificados durante a caminhada através dos portais de RFID. Familiares de 1% dos alunos foram instruídos a ajustar a localização do crachá e as crianças foram aconselhadas a manter as mãos ou os braços longe dos crachás quando passam pelo portal.

Segundo Tommasi, o distrito economizou o dinheiro usado para imprimir cupons de alimentos referentes às 120 mil refeições servidas anualmente. Ao eliminar a necessidade de trabalhadores da cafeteria para tomar os cupons de alimentação de papel das crianças, bem como realizar a contagem, verificar e gerenciá-los, as escolas reduziram a mão de obra necessária para o processo de compra de refeição em 97%.

Carmelo Tommasi
O retorno sobre o investimento foi de cerca de 27%, diz Tommasi, com base na redução dos custos de trabalho, de resíduos alimentares e de impressão de papel. "Há também outros benefícios intangíveis gerados pela inovação tecnológica", acrescenta ele, como tornar pré-pagamentos mais fáceis para os pais, eliminando filas no escritório municipal onde os pais esperavam a sua vez para comprar cupons de alimentos.

Os planos futuros de Casamassima, observa Tommasi, são expandir a solução de RFID para mais 15 escolas no distrito, tais como escolas secundárias. O sistema também pode ser integrado com software de atendimento que armazena registros de frequência diária de cada escola. As escolas não estão usando o sistema desta forma no presente, diz Visentin, mas podem optar por fazê-lo no próximo ano.