RFID Noticias

Carlo Nizam liderará TIC da Airbus

A RFID será apenas uma das tecnologias que Nizam vai explorar para determinar como podem beneficiar o Grupo Airbus a se encaixar em sua estratégia de digitalização. Ele estará de olho em sensores que podem fornecer informações sobre o estado dos ativos em suas instalações industriais, bem como ferramentas de dados, impressão 3D, sistemas de realidade aumentada e até mesmo tecnologias emergentes que estão apenas em lugares como o Vale do Silício. "Não há portas fechadas sobre este assunto", diz ele. "Tudo está aberto para apreciação".

Separadamente, a Airbus contratou Paul Eremenko, que tinha sido o chefe do Project Ara do Google, desenvolvendo uma plataforma modular e open-source para smartphone, para supervisionar um novo centro de negócios e inovação no Vale do Silício. Eremenko irá explorar novas tecnologias, novos modelos de negócios e novas ideias que emanam do Silicon Valley, para determinar como poderiam beneficiar a Airbus. Algumas de suas ideias podem ser relevantes para o esforço de digitalização.

Trevor Stone
Nizam planeja gastar os próximos meses desenvolvendo relacionamentos com líderes empresariais que dirigem unidades dentro do grupo, aprender sobre as atividades digitais atuais e arquiteturas de TI em todo o Airbus Group, para avaliar novas tecnologias, recursos e as tendências mundiais.

"Eu vejo esse assunto como uma evolução natural", atesta Nizam. "O que temos alcançado no programa RFID pode ser visto como um primeiro sólido para a digitalização de processos da cadeia de valor. Agora, por meio do programa digital de transformação, temos a intenção de construir sobre isso e chegar a um novo nível".