RFID Noticias

Esquiadores usam crachá para pagar comida

A segunda vantagem dos leitores pcProx, relata Blanchard, foi a conexão USB. Ele diz que simplesmente recebeu os leitores, aplicou um pequeno arquivo de configuração para cada um e conectou-os nos terminais POS e já começaram a funcionar. Lemieux observa que os leitores atuais vêm com o arquivo de configuração já aplicado.

Greg Gliniecki, fundador da RF IDeas, diz que os interrogadores vem com uma funcionalidade embutida que captura o número de identificação codificado nas etiquetas RFID do bilhete de elevador e então encaminham automaticamente essa informação para o software da Aspen Snowmass baseado em POS, pelo USB. Os leitores, acrescenta, "são projetados para serem plug-and-play".

Quando um visitante Aspen Snowmass compra um bilhete de elevador, um empregado na bilheteria usa um leitor de pcProx para codificar e comissionar a tag embutida no bilhete do indivíduo. Nesse ponto, o convidado pode optar por participar do programa Resort Charge. Se ele quiser, tem de inserir o número de seu cartão de crédito que é então criptografado e armazenado no banco de dados Aspen, juntamente com o número de identificação da tag do seu bilhete.

Se o esquiador for ao restaurante e fizer uma compra, a tag RFID poderá ser lida por entre suas roupas, de modo que pode guardar seu bilhete de elevador em um bolso e o número da etiqueta de identificação poderá ser capturado. Ele pode, então, seguir as instruções para aprovar a transação e cobrar de seu cartão de crédito.

Como o sistema de restaurante funcionou bem em 18 estabelecimentos de alimentos do resort, disse Blanchard, sua empresa começou a considerar as áreas de aluguel de equipamentos e lojas de varejo em que atua. A empresa instalou leitores pcProx em POS dentro de suas lojas em 2011 e nos locais de aluguel no ano seguinte.

Nas lojas, como acontece com os restaurantes, quando um convidado faz uma compra, ele pode simplesmente posicionar seu bilhete de elevador perto do leitor conectado ao computador do POS ou entregá-lo a um vendedor que, então, irá interrogar sua tag usando um leitor pcProx.

No caso de um alojamento, um indivíduo primeiro vai ao escritório de aluguel e é convidado a usar um computador, onde pode tocar seu bilhete de elevador Resort Charge ao lado do leitor conectado ao computador ou digitar seu nome, endereço, idade, peso e altura, bem como outras informações que ajudem a determinar o tamanho dos equipamentos que ele irá precisar. Se está usando o Resort Charge, a sua informação já está armazenada no sistema, basta selecionar seu perfil e imprimir os formulários de aluguel, levá-los ao ponto de venda em seguida, receber o equipamento e pagar, novamente usando seu bilhete de elevador Resort Charge habilitado.