RFID Noticias

Esquiador pode registrar melhores momentos sozinho

Quando totalmente implantado, o sistema funcionará da seguinte forma: os indivíduos que chegam ao resort e são convidados a fazer o download do aplicativo Paparazzi Pass, se quiserem obter imagens de si mesmos enquanto esquiam. Durante os próximos meses, diz Dietterich, a DejaView vai lançar uma versão do aplicativo que funciona em Android. Os usuários podem fazer um pagamento na bilheteria do resort ou diretamente no aplicativo, para ser rastreado enquanto esquia no local. O custo vai variar de acordo com o resort, que irá então partilhar os lucros com a DejaView.

Quando um visitante leva um telefone rodando o aplicativo Paparazzi Pass, ele pode ser monitorado dentro do alcance de um beacon Bluetooth. Empregando o protocolo BLE, o beacon pulsa o seu ID através de um sinal de 2,4 GHz e o telefone recebe a transmissão, que, em seguida, usa uma conexão de celular para enviar o seu próprio identificador único, juntamente com a do beacon, para o software de back-end no servidor da DejaView.

Hans Dietterich, da DejaView
Quando o aplicativo estiver disponível no iTunes, a DejaView pretende instalar cerca de seis balizas Bluetooth adicionais nas encostas do Wachusett, assim os visitantes poderão começar a pagar pelo serviço. Vários outros resorts de esqui pretendem instalar a tecnologia para a temporada 2014-15. Nesse meio tempo, um parque aquático está atualmente em discussões com a DejaView sobre o uso da tecnologia em suas instalações, mas está fornecendo aos visitantes um tag ativo BLE em uma pulseira.

A solução não só aumenta a receita do resort, Dietterich diz, mas também fornece benefícios de marketing. "A Paparazzi Pass cria clientes divulgadores do resort", afirma, "já que os usuários podem compartilhar vídeos e fotos com seus amigos e familiares através das mídias sociais".