RFID Noticias

Fabricante de bolsas evita falsificações e mercado cinza

O software Serfides está sendo usado nas lojas Bagjack não só para validação criptografada de cada número de ID tag, mas também da sua rota na cadeia de abastecimento. Quando uma mala deixa a fábrica alemã, a etiqueta NFC é lida pelo pessoal no local e que os dados são armazenados no software Serfides, indicando, assim, que o produto saiu da instalação. A empresa também pode entrar uma mala na cadeia de suprimentos.

Assim, a Bagjack planeja solicitar que alguns atacadistas de seus produtos high-end no Japão comecem a leitura de etiquetas por meio de seus telefones NFC após o recebimento da mercadoria. Esta informação poderia então ser colocada à disposição do comerciante, bem como da Bagjack. O fabricante também tem a intenção de mais tarde mandar fiscais para as lojas de áreas específicas, a fim de realizar controles in loco.

Segundo Doll, o piloto que se concentrou simplesmente em garantir que as etiquetas podem ser lidas e que os dados obtidos podem ser armazenados no software foi completada no último mês. A Bagjack está agora avançando para a próxima fase da instalação, trabalhando com alguns de seus atacadistas e varejistas no Japão para começar a leitura de etiquetas dentro naquele país.

Entretanto, a Serfides está lançando um outro piloto com um grande fabricante que produz bombas e ferramentas especiais. Neste caso, a empresa (que pediu para permanecer anônima) utilizará os rótulos para garantir a autenticidade dos produtos que chegam a varejistas.

A Serfides está atualmente comercializando sua solução diretamente para clientes em potencial, bem como através de integradores de sistemas.