RFID Noticias

Showroom permanente coloca RFID na moda

O espaço montado no shopping atacadista Mega Polo Modas pretende ir além de mostrar o que a tecnologia de identificação por radiofrequência pode fazer pelos varejistas de moda. “Queremos que os visitantes possam sair com a loja completamente resolvida, tanto em termos de tecnologia como até em comunicação visual”, afirmou Marco Carbonari, diretor da CCRR. E Gaspar completou: “nosso intuito é o de difundir e democratizar o uso da tecnologia”.

Wilson Cruz, da GS1 Brasil
A iniciativa conta com o apoio da GS1 Brasil, responsável pelo padrão EPC Gen2 adotado pelas empresas parceiras do showroom. De acordo com Wilson Cruz, responsável por Inovação e Alianças Estratégicas na GS1 Brasil, o padrão existe para permitir a redução de custos e facilitar a implantação. “Em termos de custos, seguir o padrão facilita a aquisição de produtos de mercado, desenvolvidos com tecnologia de ponta, sem ter de desenvolver software dentro de casa, o que é caro”, argumenta.

Sobre a adoção do padrão internacional EPC Gen2 e os investimentos da CCRR na tecnologia RFID, Carbonari afirmou: “Queremos ter a melhor solução possível no mercado”.