RFID Noticias

O que os bancos não querem mostrar

Fornecedores que desenvolvem inlays RFID para serem usados para imprimir etiquetas em metal, em formato mais fino, que se acomodem em espaços limitados, estão abrindo porta para novos usos, diz Michael Liard, diretor de RFID da VDC Research. "O custo é muito menor do que de uma tag dura".

Perfil baixo, designs flexíveis e custos menores tornaram-se a norma, segundo Liard, o que pode se tornar mais viável para as empresas financeiras para rastrear seus grandes contingentes de laptops, tablets e outros dispositivos. Isso pode ser particularmente útil quando os dados sensíveis que podem residir nos dispositivos móveis dos funcionários das empresas financeiras. O processo será mais rápido, explica, se os laptops etiquetados com RFID forem identificados automaticamente pelo número de série e associados por banco de dados ao próprio indivíduo usuário, substituindo o processo manual de verificação.

O armazenamento é outro ativo de TI pronto para a RFID, no setor de serviços financeiros. Há muitas fitas e discos com informações confidenciais de clientes, por exemplo, e nenhuma empresa quer que os dados caiam nas mãos de pessoas não autorizadas, como exige a legislação. "Fitas de dados com um monte de informações financeiras sensíveis às vezes tem que ir do ponto A ao ponto B", diz Liard.