RFID Noticias

O que os bancos não querem mostrar

O padrão RFID da FSTC segue o EPC Gen 2 para etiquetas passivas, com rótulos para incluir uma versão legível do identificador. Requisitos de conformidade SOX exigem que os usuários sejam capazes de ver o inventário em uma base regular. A digitalização de etiquetas passivas com leitores portáteis permite que o inventário seja tomado 10 vezes mais rápido do que manualmente, cumprindo a necessidade de ver fisicamente os ativos e também ajudar os departamentos de TI a localizar bens em falta, de acordo com os fornecedores de RFID.

Até recentemente, a marcação de ativos de TI com RFID era um desafio por diversas razões. Exige uma pequena etiqueta para servidores blade e a tecnologia deve fornecer informações precisas em dispositivos metálicos. Além disso, as instituições financeiras que têm operações globais devem ser capazes de fazer levantamentos consistentes em todas as suas instalações usando a mesma tecnologia. O EPC Gen 2 normatiza especificamente o RFID UHF nas bandas de 860 MHz a 960 MHz. Mas um pequeno subconjunto de banda é usado em várias regiões, incluindo os Estados Unidos, Europa e Japão. Assim, uma tag que pudesse suportar as diferentes frequências operacionais seria essencial.


Hoje em dia, Confidex, Omni-ID e Xerafy estão entre os fornecedores de RFID que enfrentam esses desafios. O SteelBit Confidex, por exemplo, é uma mini tag UHF em metal, com base nas normas FSTC, que suporta frequências operacionais dos Estados Unidos, Europa e Japão. A Omni-ID Prox também é uma tag global UHF pequena em metal, compatível com a FSTC.

A Xerafy recentemente lançou a tag flexível e pequena Metal Skin. A etiqueta para uso global com EPC Gen 2 foi projetada para ser embutida e rastrear ativos de metal e pode incorporar dados legíveis. Para a indústria de serviços financeiros, "o problema com etiquetas rígidas é que elas não são capazes de ter suas informações legíveis, a não ser que se faça o trabalho de colocar um rótulo em cima", diz Kelly Stark, gerente de marketing da Xerafy.