Notas do Editor

Como a adoção de RFID será acelerada

No Reino Unido, o mesmo processo ocorreu após Marks & Spencer anunciar que iria usar tags em todas as roupas. A Tesco, John Lewis e outros varejistas anunciaram que iriam fazer o mesmo.

Vamos ver mais e mais varejistas implantarem RFID nos próximos dois ou três anos. Em algum momento, os fornecedores vão começar a etiquetar todos os seus produtos, em vez de manter estoques separados para os varejistas com RFID e sem RFID. Outros varejistas vão sentir a pressão da concorrência e ver bens etiquetados em suas lojas. E, em seguida, vão passar a adotar em massa.

Quando todos os grandes varejistas estiverem usando RFID, os preços das etiquetas e leitores irão cair, serão aceleradas as inovações e a tecnologia terá provado o seu valor. Joias, produtos eletrônicos, automotivos, artigos esportivos e outras categorias de varejo vão adotar a tecnologia. E a partir daí, vai se espalhar para outros setores, porque os preços serão mais baixos e as soluções vão se tornar mais robustas.

Quanto tempo isso vai levar é difícil dizer. Leva tempo para cada novo varejista atingir 100% de produtos com tags. Não sabemos quantos varejistas estão com planos de implantação e podem anunciar em breve isso. Nós também não sabemos se a indústria de RFID irá tomar medidas para acelerar a adoção ou retardá-la.

Eu acredito que o processo descrito acima é inevitável, mas também que a indústria poderia retardar o processo. Como? Ao não promover agressivamente novas implantações, por não desenvolver um produto completo que atenda às necessidades dos varejistas, ao não tornar a tecnologia mais fácil de implantar, e por não investir em capacidade de produção para atender à demanda futura.

A adoção está começando claramente a acelerar no varejo. É apenas uma questão de tempo antes que o ritmo pegue. Aqueles que pensam que a adoção permanecerá lenta por mais uma década terão uma surpresa desagradável.

Mark Roberti é o fundador e editor do RFID Journal.