Notas do Editor

Reflexões sobre o RFID Journal LIVE! 2013

As três sessões gerais do segundo dia contaram com apresentações impressionantes da Carrier, Vail Resorts e BP, envolvendo importantes aspectos das operações de cada empresa (veja RFID para resorts de esqui). Durante as sessões seguintes, os participantes continuaram ouvindo como a RFID melhorou as operações e permitiu uma variedade de benefícios para os negócios. Depois de ter visto a indústria por 11 anos, posso dizer que este foi o mais impressionante conjunto de estudos de caso que já foram apresentados em um evento.

Havia 15% mais participantes do que no ano passado. Falei com muitos expositores, que me disseram que praticamente todos os visitantes com quem se reuniram tinham projetos muito específicos em mente, com requisitos específicos. Os participantes pela primeira vez não eram especialistas em RFID, mas sabiam o que queriam para acompanhar, quais seriam os benefícios e quando querem implantar um sistema. E estavam à procura de parceiros de tecnologia certos para ajudá-los a alcançar seus objetivos.

Estou satisfeito de que os esforços que fizemos para ajudar os participantes a encontrar os produtos e serviços que procuravam deram certo. Entre eles, o nosso serviço de concierge, Product Showcase, networking e aplicativos móveis com capacidades de filtragem.

Acho que o período do piloto, que durou cerca de sete anos, está finalmente e definitivamente acabado, e que a tecnologia RFID está sendo vista como pronta para ser implantada em quase todos os setores e para qualquer aplicação. A partir daqui, a indústria continuará ganhando força e eu espero que no próximo ano haja mais palestrantes com grandes estudos de caso para compartilhar, bem como outro aumento na participação.

Mark Roberti é o fundador e editor do RFID Journal.