Notas do Editor

Oportunidades de um mercado “coopetitivo”

São casos contados por gente sempre ocupada que administra grandes empresas, pessoas sempre ocupadas que trabalham em empresas médias e até pequenas, outras sempre ocupadas que arriscam, ousam, experimentam, estudam, aprendem e acima de tudo amam o que fazem. Todas sempre ocupadas. E isto é muito bom, porque mostra que há muitas atividades em realização neste mercado.

O que me parece é que neste mercado crescente de RFID no Brasil – e também no mundo – há um grande espaço para novos investimentos. Lógico que os investimentos são frutos de oportunidades compreendidas pelos detentores dos recursos financeiros ou por processos iniciados pelos visionários que, dentro das empresas, estão investigando problemas em busca de soluções. Mas o que quero dizer com isso é que há espaço para novos investimentos em todos os campos. Sim, todos os campos!

Há espaço para quem quer investir pouco dinheiro, mas muito tempo e dedicação, para se tornar um profissional competente neste mercado pujante, porque há empregos e demanda por profissionais tanto dentro de empresas desenvolvedoras de soluções, como fabricantes de equipamentos, desenvolvedores de software, consultorias e prestadores de serviços. Há também oportunidades para quem quer se tornar dono de seu próprio nariz e abrir empresas especializadas em implantar soluções.

Há mercado para produtos inovadores, soluções criativas e foco em verticais, como varejo, saúde, manufatura etc. E os investimentos também são amplos pelo lado dos usuários, que podem colher benefícios impressionantes com o ganho de eficiência nos inventários, no controle e rastreamento e produtos pela Cadeia de Suprimentos, em Marketing, por mais incrível que possa parecer, e também no desenvolvimento de experiências para encantar os clientes finais, os consumidores.

E, neste momento, em que o mercado está emergindo, a visão mais produtiva disseminada entre os mais diversos atores tem sido a da “coopetição”, uma característica inerente ao mercado de tecnologia e que está muito presente na cultura brasileira.