RFID Artigos

Expansão da cadeia de valor com impressão digital

A HP Brasil está vinculando embalagens a experiências online interativas

Por Lyndsay Toll e Reinaldo Villar

10 de dezembro de 2018 - A HP Brasil começou a desenvolver uma cadeia de valor digital em 2004, quando implementamos a tecnologia de identificação por radiofrequência (RFID) em nossa linha de fabricação. As etiquetas RFID foram aplicadas a cada produto no início de sua vida útil, possibilitando rastreá-los em toda a cadeia de suprimentos.

Agora, a HP está dando o próximo passo e conectando a RFID com a embalagem digital. Estamos inventando nosso próprio produto. Ao vincular o papel a valiosas experiências online interativas, a HP está criando um novo canal de comunicação. Estamos aumentando a disponibilidade e a velocidade das informações relevantes, enquanto transformamos a cadeia de suprimentos com a mesma solução.

Lyndsay Toll
A tecnologia
Usando uma embalagem e uma etiqueta impressa digitalmente com a tecnologia Link da HP, cada produto HP e embalagem principal agora podem ter sua própria identidade (evidente ou encoberta). A identidade secreta é chamada de marca d'água. É incorporada ao trabalho artístico para dar uma "impressão digital" exclusiva e rastreável. Essa impressão digital pode ser aplicada a cada nível de embalagem (primário, secundário e terciário). Cada impressão digital de marca d'água é então associada ao Código de Produto Eletrônico RFID (EPC) e ao número de série do produto, criando uma identidade de produto interconectada.

Reinaldo Villar
A Link da HP fornece mais do que apenas marcas serializadas. A poderosa plataforma oferece software e análise de visualização, identifica falsificações e desvios e fornece conteúdo digital para os consumidores. As interfaces de programação de aplicativos (APIs) e as ferramentas de software que o acompanham facilitam a integração no fluxo de trabalho de pré-impressão e nos sistemas de planejamento de recursos empresariais (ERP) da cadeia de suprimentos. As APIs podem armazenar essas informações em qualquer banco de dados (seja Link, a marca ou um provedor terceirizado) para serem integradas aos sistemas atuais, cumprir políticas de privacidade ou oferecer suporte a transparência de dados (com blockchain, por exemplo).

O processo de fabricação da HP ocorre da seguinte maneira: os produtos recebem um número de série e uma etiqueta RFID. Uma etiqueta com marca d'água serializada digital é colocada no item. Uma simples varredura da marca estabelece uma relação entre ela e as outras duas IDs (o número de série e a tag RFID). A embalagem principal também é impressa digitalmente com uma identidade oculta e, em seguida, é associada ao ID do produto. Qualquer informação importante de produto, rastreamento ou autenticação é associada por meio de APIs de link e scanners habilitados para link de luz/imagem vermelha instalados em pontos específicos na cadeia de suprimentos. A HP agrega os dados dos leitores de RFID e Link para aumentar a visibilidade de cada produto individualmente.

Como a embalagem ativa e inteligente está sempre online, a HP ganha valor em todo o ciclo de vida do produto, desde a proteção da marca à rastreabilidade até o engajamento do consumidor. Ao monitorar o comportamento de varredura e rastrear dados, a plataforma Link identifica automaticamente qualquer comportamento suspeito ou pacotes mal orientados. O produto baseado em nuvem e as informações de rastreamento podem ser aplicados em toda a cadeia de suprimentos, não apenas na linha de produção - como costumava ser -, mas também no consumidor final.