RFID Noticias

Nike da Coréia e Nestlé das Filipinas “curtem” U-Like

Várias empresas estão usando a solução U-Like para permitir que seus clientes compartilhem dados e fotos com amigos, via Facebook e Twitter, em tempo real

Por Dave Friedlos

3 de setembro de 2012 - Os usuários de sites de redes sociais podem compartilhar informações sobre um produto ou evento e enviar fotografias, mesmo quando estão desconectados, graças à tecnologia de identificação por radiofrequência (RFID).

O exemplo mais recente disso vem de empresa coreana UbiU Holdings, que desenvolveu o sistema U-Like para permitir que as pessoas compartilhem informações com amigos online, em tempo real, mesmo quando não estão conectados à Internet. A tecnologia tem sido adotada por empresas como a Hyundai, Nike Coréia, Nestlé das Filipinas e Manila Ocean Park.

No Nestea Beach, membros da equipe usam um telefone celular para fotografar participantes e, em seguida, tocar na pulseira do indivíduo para enviar as fotos para a sua página do Facebook

O presidente da UbiU Holdings, Charles Park, diz que a U-Like permite que os clientes compartilhem suas experiências com os amigos, de modo rápido e simplificado, através de sites de redes sociais, como Facebook ou Twitter, quando em um evento, show ou exposição, oferecendo aos organizadores publicidade espontânea e informações valiosas de marketing.

"Anteriormente, o marketing da sua empresa através de redes sociais de serviços se limitava a quando um cliente estava online", Park explica. "Mas o U-Like permite ao cliente curtir o seu produto e compartilhar a sua página de fãs com os amigos, além de fazer upload de fotos de seu produto ou evento mesmo quando estiver offline. A RFID tornou-se a mais recente tecnologia de rede social para marketing de serviços".

Funciona assim. Os visitantes de um evento recebem uma tag e pulseira contendo uma etiqueta de RFID passiva e podem se registrar ao Facebook, Twitter ou outro site com nome de usuário e senha, usando um leitor de RFID. Os leitores são instalados em local de exposição ou de interesse público e um visitante pode simplesmente tocar sua tag de pulso em um destes dispositivos.

As informações desta pessoa são então transmitidas para o banco de dados U-Like, que atualiza automaticamente as informações com as redes sociais, registrando o visitante como um fã da empresa, exposição ou local. Os participantes também podem ter sua foto tirada no evento e publicada automaticamente.

A fim de garantir a segurança, a tag de pulso contém apenas os dados dos sites de redes sociais, mas sem identificação ou informações de senha. Quando a tag é lida, as informações do usuário são transmitidas para um centro de dados e são, então, comparadas às do indivíduo e seus sites de redes sociais, para serem atualizados automaticamente.