RFID Noticias

Omni-ID lança tags ultra finas para metal

As novas etiquetas estão sendo testadas por 20 empresas, para rastrear laptops, encanamentos de óleo, carrinhos de compras e outros ativos

Por Claire Swedberg

24 de abril de 2012 - A fabricante de tags RFID Omni-ID desenvolveu uma família de etiquetas passivas ultra finas UHF Gen 2, que podem ser montadas em metal. As novas tags estão sendo usadas e testadas por 20 empresas, a fim de administrar bens. A tag Omni-ID UltraThin, que mede cerca de 0,05 polegadas de espessura, é suficientemente fina para não interferir no manuseio de partes eletrônicas pequenas (como as de computadores portáteis), armazenamento de equipamentos de metal com tags (como carrinhos de compras) ou o movimento de tubos pela indústria de petróleo e gás.

A tag UltraThin está disponível em dois modelos: o LP Flex, fabricado com chip Alien Technology Higgs 3 e o AI Flex, feito com o chip. nxp.com NXP Semiconductors G2iL. Ambos os modelos estão enquadrados no padrão EPC Gen 2 para etiquetas passivas RFID UHF. O primeiro cliente da AI Flex é uma empresa Fortune 100 que precisava do chip para rastrear milhares de laptops localizados em suas instalações. Esta empresa, que pediu para permanecer anônima, tinha trabalhado com a NXP em busca de uma tag UHF para ser lida de forma eficaz quando ligada a objetos metálicos como laptops e outros eletrônicos móveis.

A tag LP Flex ligada a uma carcaça do motor

"A NXP sabia que estávamos trabalhando em algo parecido com isto [uma chapa de metal muito fina]", diz George Reynolds, vice-presidente de vendas globais e marketing da Omni-ID. Na verdade, disse ele, a Omni-ID já havia desenvolvido um protótipo. Em novembro de 2011, a Omni-ID enviou 20.000 tags para o cliente anexar aos laptops e outros dispositivos eletrônicos móveis. Desde então, a Omni-ID forneceu as tags para outras empresas para fins de teste de rastreamento de laptops, bem como para transporte retornável e para a indústria de petróleo e gás, para uso em canos de metal.

Para controle de ativos de TI com as soluções LP Flex e AI Flex, diz Reynolds, os clientes normalmente utilizam crachás RFID passivos de UHF EPC Gen 2 para seus empregados e aplicam as tags RFID UltraThin nos computadores. Eles podem, então, utilizar portais de leitura RFID fixos para interrogar tanto crachás como etiquetas de laptops, toda vez que os indivíduos passam pelos portais, vinculando seus números de identificação exclusivos para determinar quando alguém está removendo ou devolvendo um laptop, assim como a identidade de cada pessoa.