RFID Noticias

Bombardier cria sistema de segurança para proteger trabalhadores de ferrovias

A solução em RFID será instalada em uma das linhas do metropolitano de Atlanta, após aprovação do Ministério dos Transportes dos Estados Unidos

Por Claire Swedberg

22 de abril de 2012 - A Bombardier Transportation, divisão de equipamentos ferroviários da Bombardier Inc., irá testar uma solução de identificação por radiofrequência (RFID) para segurança ferroviária este ano em Atlanta, em parceria com o Metropolitan Atlanta Rapid Transit Authority (MARTA). O sistema será instalado na Linha Verde, entre as estações Bankhead e Ashby, ainda neste ano, depois que receber aprovação da popuplink Federal Transit Administration (FTA), uma agência do US Department of Transportation (DOT), equivalente ao Ministério dos Transportes. O DOT está financiando o projeto com o intuito de reduzir o risco de acidentes envolvendo trabalhadores ferroviários de trânsito e de trens. O sistema TrackSafe, da Bombardier, foi uma das oito propostas que os provedores de tecnologia submeteram ao FTA.

A Bombardier passou vários anos desenvolvendo o sistema TrackSafe baseado em RFID, a fim de proteger os trabalhadores ferroviários sobre trilhos, seja ao ar livre ou em túneis. A solução TrackSafe foi projetada para proporcionar aos trabalhadores ferroviários um alerta, por meio de luzes e buzinas, de um trem se aproximando e para advertir os operadores de trem da mesma forma, se eles estão prestes a entrar em uma área em que o pessoal está presente. Isto é conseguido através tags RFID passivas de alta frequência (HF) incorporadas em pulseiras usadas pelos funcionários, leitores instalados ao longo dos trajetos e sensores de movimento para detectar os trens que se aproximavam.

O sistema TrackSafe acende luz para indicar tag de um trabalhador foi lida

Tony Sutton, gerente geral de soluções de materiais da Bombardier Transportation na América do Norte, e Pankaj Sood, o fundador da McMaster RFID Applications Lab (MRAL), que desenvolveu o sistema para a Bombardier e apresentou a solução no RFID Journal LIVE! 2012, tem trabalhado em estreita colaboração com a Bombardier para desenvolver este sistema, enquanto o Ontario Centres of Excellence, um programa de governo para ajudar a pesquisa acadêmica, forneceu US$ 600.000 em financiamento.

De acordo com a FTA, 53% das mortes de trabalhadores ferroviários e de trânsito, entre 2003 e 2008, ocorreram ao longo de estradas de ferro. A empresa tem trabalhado em estreita colaboração com seus clientes (operadores ferroviários) para determinar o tipo de sinalização que ajuda seus funcionários e operadores de trem, bem como empregados nas pistas que possam estar em perigo.