RFID Noticias

HP Brasil vence prêmio RFID Journal Awards na categoria sustentabilidade

A subsidiária levou o prêmio pela segunda vez, agora com uma solução para reciclagem de impressoras que utiliza a tecnologia RFID

Por Edson Perin

9 de abril de 2012 - A HP Brasil foi a vencedora do prêmio RFID Journal Awards, na categoria “Solução Verde”, destinada à melhor utilização de RFID com o intuito de aprimorar as condições do meio ambiente. A sexta edição da premiação foi realizada na semana passada, de 3 a 5 de abril, durante a décima conferência e exposição RFID Journal LIVE! 2012, promovida pelo RFID Journal, em Orlando, nos Estados Unidos.

A HP Brasil recebeu o prêmio pela solução que utiliza a tecnologia de identificação por radiofrequência (RFID) para controlar a reciclagem das impressoras após o seu descarte. O sistema desenvolvido em conjunto com o RFID CoE (Center of Excellence), em Sorocaba (SP), permite gerenciar todo o processo de reciclagem das impressoras por meio de uma interface na internet que informa a quantidade de impressoras recicladas e a quantidade de material reciclável resultante, item por item.

Marcelo Pandini, da HP
O prêmio foi recebido das mãos do fundador e editor do RFID Journal Mark Roberti por Marcelo Pandini, gerente de planejamento e operações da HP Brasil. Pandini, em seguida, fez uma apresentação sobre a solução para cerca de 500 pessoas, no auditório principal de conferências do RFID Journal LIVE! 2012.

Os outros vencedores homenageados foram Cisco Systems, com a melhor implementação de RFID; Intel, melhor uso de RFID em um produto ou serviço; BP International, pelo uso mais inovador de RFID; Bill Hardgrave, como Special Achievement; Omni-ID, como Best in Show, ou seja, melhor demonstração de tecnologia aplicada, no pavilhão de exposições; e a cientista italiana Cecilia Occhiuzzi, pela melhor tese de RFID.

Um painel de juízes independentes escolheu os vencedores deste ano. Em cada categoria, pelo menos, cinco juízes atribuíram pontos com base em critérios estabelecidos pelo RFID Journal. Os principais critérios para escolha dos vencedores foram inovação na implantação e os benefícios para uma empresa ou organização. Os juízes escolheram 10 finalistas para o prêmio Best in Show e os editores do RFID Journal escolheram o vencedor entre os 10.

A solução da Cisco Systems, escolhida como a melhor de RFID, permite rastrear os ativos de TI da companhia em todas as suas instalações, em todo o mundo, com visibilidade em tempo real. A Intel ganhou com chips RFID passivos EPC Gen 2 UHF para processadores, que permitem novos recursos e capacidades para computadores, tablets e outros dispositivos eletrônicos.

A BP International foi selecionada por uma solução baseada em RFID para controle de obra que faz o "isolamento" de trabalho em uma refinaria ser mais seguro e mais eficiente e permite à empresa manter registros precisos e atualizados em tempo real. Bill Hardgrave, reitor da Auburn University's College of Business e fundador do Centro de Pesquisa RFID da Universidade de Arkansas, foi homenageado por sua pesquisa pioneira sobre o impacto real que a identificação por frequência de rádio pode ter sobre o varejo. A Omni-ID ganhou o prêmio Best in Show pelo seu Sistema de Tag Visual, que inclui etiquetas RFID para que uma empresa forneça aos trabalhadores, em tempo real, informações e instruções.

Além disso, o RFID Journal introduziu um novo prêmio neste ano para reconhecer os pesquisadores que realizam excelentes trabalhos no campo acadêmico. Cecilia Occhiuzzi, da Universidade de Roma Tor Vergata, foi selecionada por sua tese "Wearable and Implantable RFID Technology for Pervasive Healthcare: Human Identification and Sensing" (Tecnologia RFID para vestir e implantar para tratamento de saúde pervasivo: identificação e sensoriamento humanos).

"Este é o sexto ano em que damos prêmios e, cada vez mais, as conclusões ficam melhores", diz Mark Roberti, editor e fundador do RFID Journal. "Neste ano, tivemos várias implantações em empresas, em cada categoria, demonstrando que a tecnologia RFID atingiu um nível de maturidade elevado para aplicações de negócio".
  • « Anterior
  • 1
  • Próximo »