RFID Noticias

Empresa de roupas infantis equipa da fábrica à loja com solução RFID

A espanhola Trasluz aplica etiquetas EPC em todos os produtos para fiscalizar a entrada e saída de mercadorias no estoque, ponto de venda e evitar furtos

Por Claire Swedberg

30 de março de 2012 - A empresa espanhola de vestuário Trasluz Casual Wear, que fabrica roupas e acessórios para crianças de seis meses a jovens de 16 anos, lançou 30 lojas franqueadas nos últimos dois anos, cada uma equipada com um sistema baseado em RFID para controlar todos os itens desde a fabricação até as lojas e pontos de venda (POS). A Trasluz tem uma loja com prateleiras inteligentes para ler e fornecer os dados de inventário em tempo real, outras seis contam com esteiras leitoras de RFID implantadas na saída para garantir a segurança antifurto. As novas lojas de franquia que estão sendo abertas também irão implantar o sistema, incluindo prateleiras e esteiras inteligentes de RFID e leitores nas portas.

A solução é fornecida pela integradora de sistemas Tag Ingenieros Consultores, usando software próprio, leitores da Keonn Tech e tags passivas da UPM RFID, padrão EPC Gen 2 tags com chips G2IL, da NXP Semiconductors. O sistema implantado no fluxo fábrica-estoque-loja tornou possível para a Trasluz eliminar completamente a necessidade de trabalhadores para operar a leitura de códigos de barra e também permitiu que a empresa de confecção usasse RFID para rastrear o inventário de bens dentro do seu armazém e em lojas franqueadas, além de acompanhar as vendas.

Para controlar a entrada e saída de mercadorias na Trasluz, trabalhadores colocam caixas de vestuário marcadas em uma esteira com leitor RFID embutido

A Trasluz está em operação desde 1999, vendendo seus produtos através de lojas multimarcas. Em 2009, no entanto, a empresa optou por lançar franquia de lojas, inicialmente em toda a Espanha. A empresa desenvolve estilos originais que agora vende online em seu site e também em lojas multimarcas e lojas de sua franquia. Para ajudar a gerenciar o crescimento que esperava a partir da adição das lojas franqueadas, a empresa procurou uma solução tecnológica para fornecer visibilidade sobre o estoque de produtos em um banco de dados central.

"A Trasluz escolheu a tecnologia RFID, pois melhora a experiência de compras do cliente, bem como os processos da Trasluz com as lojas e em toda a cadeia de suprimentos", diz Javier Martínez Zaldo, gerente da empresa. O objetivo, relata, era usar RFID para fornecer a visibilidade do produto em sua fábrica, armazém e lojas, e para agilizar o reordenamento e transporte de produtos para as lojas.