RFID Noticias

Fábrica de pré-moldados de concreto instala sistema de localização em tempo real

A finlandesa Lipa Betoni afirma que a tecnologia da 9Solutions para controle da produção
está ajudando a tornar a empresa mais eficiente

Por Edson Perin

16 de março de 2012 - A Lipa Betoni, fabricante finlandesa de estruturas de concreto pré-moldado, está usando um sistema de localização em tempo real (RTLS) baseado em Bluetooth para gerenciar a fabricação de suas peças. A empresa produz diariamente de 30 a 50 elementos diferentes, tais como colunas, paredes de retenção e varandas, para a construção de edifícios e estradas. Muitas das estruturas criadas são únicas, exigindo que o processo de fabricação seja flexível. A empresa tinha como desafio determinar o tempo exato para a produção de cada elemento pré-moldado, já que, antes de adotar a Solução de Posicionamento e Comunicação Indoor (IPCS), da 9Solutions, só conseguia ter estimativas.

O RTLS IPCS utiliza tags Bluetooth movidas a bateria, nós de leitura RFID que se conectam em tomadas de energia e também um servidor baseado em nuvem que executa o software da 9Solutions. O IPCS é menos custoso e mais fácil de instalar do que a maioria das soluções RTLS, diz Jari Kylmänen, co-fundador da 9Solutions e gerente de pesquisa e desenvolvimento da empresa. O sistema é utilizado por empresas em toda a Europa, de hospitais e minas de extração, com o objetivo de rastrear ativos e pessoal.

O IPCS atua como um leitor de tags e organizador automático da rede Bluetooth

A empresa oferece vários tipos de tags, algumas em formato de crachás de identificação, para aplicações que envolvem o acompanhamento de pessoas, entre outros modelos projetados para monitorar equipamentos ou materiais. As tags da 9Soutions são a bateria e incluem um transceptor de rádio Bluetooth. As etiquetas de identificação tem um botão que, quando pressionado, pode, por exemplo, indicar a necessidade de assistência. Os nós são alimentados por um transformador que se conecta a uma tomada elétrica ou, no caso de falta de energia, uma bateria recarregável de 48 horas, como back-up.

Os nós recebem os sinais das tags Bluetooth e os encaminham para um gateway conhecido como unidade controladora de célula (CCU), que, em seguida, transmite os dados para o servidor através de uma rede Wi-Fi ou conexão com fio. Os nós, que agem como uma rede organizada automaticamente com Bluetooth, não apenas recebem e enviam informação, mas também atuam como localizadores, pois transmitem o seu número de identificação próprio, juntamente com o das tags ao CCU. Se for necessário um elevado nível de precisão, por exemplo, um nó pode ser ligado à tomada de cada sala.

O CCU também pode armazenar dados em caso de perda de acesso à Internet, até o momento em que uma conexão for restaurada. O sistema tem um alcance de leitura de 10 a 30 metros para transmissões da tag ao nó, de nó a nó ou do nó à CCU dentro de um ambiente fechado, diz River Boche, gerente de marketing e vendas da 9Solutions. Ou até 160 metros dentro de um ambiente aberto.

River Boche, da 9Solutions
Para fabricar um elemento pré-moldado, a Lipa Betoni deve completar 10 diferentes etapas, começando com a construção do molde. Uma equipe de trabalho específica está envolvida em cada passo e, em alguns casos, um grupo de ação pode participar de várias etapas da fabricação de um elemento. Como resultado, a empresa simplesmente tinha de estimar os tempos de trabalho para cada passo. Saber de cada passo do trabalho, no entanto, pode ser crítico, uma vez que a empresa pode utilizar essa informação para estimar o custo e o tempo associados a projetos futuros que incorporam alguns desses mesmos passos.