RFID Noticias

American Apparel adota RFID em cada uma de suas lojas

Após vários anos selecionando tags passivas EPC Gen 2 tags e leitores, a empresa decidiu instalar a tecnologia em todas as suas operações de varejo

Por Claire Swedberg

8 de março de 2012 - A rede global de varejo de vestuário e fabricante American Apparel pretende equipar todas as suas 280 lojas no mundo com a tecnologia de identificação por frequência de rádio (RFID), após uma implantação de leitores e etiquetas RFID, no ano passado, em 100 locais. O sistema emprega tags passivas RFID UHF EPC Gen 2 para rastrear cada item que entra em cada loja, é movido para a área de vendas e, em seguida, segue para o ponto de venda (PDV). A solução tem aumentado a precisão do controle de estoque e reduzido a incidência de desaparecimento de peças, diz Stacey Shulman, vice-presidente de tecnologia da American Apparel.

Stacey Shulman, vice-presidente de tecnologia da American Apparel
Agora, a empresa está implantando a solução de RFID nas cerca de 180 lojas, bem como em cada nova loja que abre nos Estados Unidos, Canadá, México, Europa, Ásia, América do Sul e Austrália. Segundo Shulman, a rede varejista já está equipando outras 30 lojas, com o objetivo de tê-las totalmente habilitadas para RFID até o final deste ano.

Shulman diz que as vendas aumentaram nas lojas que já utilizam RFID. Além disso, o desaparecimento de itens caiu em até 75% em alguns locais – na média este índice ficou em 55%. O sumiço de peças e mesmo a perda de itens devido a erro humano, como recepção de mercadorias sem registrar a entrada, podem resultar em queda nas vendas, por exemplo. O sistema de RFID, observa a executiva, confere visibilidade e reduz estes riscos.

O varejista está empregando o software da Clarity Xterprise, Sistema Avançado de Varejo (ARS), em cada loja, permitindo a verificação de transferências e recebimento, contagem de inventário de uma determinada loja, capacidade de procurar por itens específicos que utilizam leitores de mão, a criação de listas de execução e a integração de funcionalidades nos PDVs.

Cada instalação inclui um leitor de RFID fixo no interior da área de recepção, e uma segunda unidade para identificar os itens a serem transportados para o local de vendas. Um terceiro leitor é instalado no ponto de venda, a fim de interrogar a tag de cada item a ser vendido. Em alguns casos, no entanto, a American Apparel conta com lojas de concessão, situadas, por exemplo, dentro de um armazém. Um leitor de ponto-de-venda não é necessário em tais casos, diz Shulman, uma vez que o processo de PDV é gerido pela loja de departamento e um interrogador fixo, instalado nos bastidores, é suficiente para receber mercadorias.

Para a maior parte, a American Apparel está utilizando Nordic ID e leitores portáteis da Motorola Solutions, bem como interrogadores fixos da Motorola e da Alien Technology.