RFID Noticias

Centro de Oncologia tcheco localiza pessoas e equipamentos com tecnologia RFID

O Masaryk Memorial Cancer Institute reduziu o número de itens perdidos e melhorou a segurança com um sistema de localização em tempo real (RTLS) e Wi-Fi

Por Claire Swedberg

19 de janeiro de 2012 - O Masaryk Memorial Cancer Institute (MMCI), um centro de tratamento oncológico localizado na República Checa, está empregando uma rede Wi-Fi baseada em um sistema de localização em tempo real (RTLS) para permitir que seus pacientes tenham assistência rápida em caso de emergência e para tornar os funcionários mais eficientes, graças à rápida localização de dispositivos médicos e pacientes. A solução foi fornecida pelo integrador de sistemas Unis Computers, usando tags e software de localização Ekahau `, além do sistema Wi-Fi fornecido pela Cisco.

Com base na capacidade da tecnologia para ajudar os funcionários a localizar equipamentos e pacientes, bem como receber alertas em tempo real, o hospital planeja expandir a solução neste ano a um novo pavilhão em construção. Além do mais, o centro médico espera oferecer aos pacientes serviços adicionais no futuro, como o que lhes permite usar as tags para enviar mensagens curtas e não apenas um pedido genérico de ajuda para as tags usadas pela equipe do instituto.

O MMCI está em operação desde 1935, proporcionando diagnóstico completo, tratamento e cuidados preventivos na área da oncologia para pacientes checos e internacionais. A organização mantém como política reconhecer seus pacientes como parceiros, respeitando a sua privacidade e proporcionando alguma independência de movimento para os capazes de deixar suas camas. A instituição considera vital que os pacientes sejam capazes de chamar membros da equipe e que possam ser localizados rapidamente em caso de uma queda ou qualquer outra emergência. Muitos são idosos, alguns sofrem de tumores cerebrais ou da doença de Alzheimer, o que os coloca em risco maior de lesão ou simplesmente levando-os a necessitar de assistência individualizada.

Para resolver esse problema, o MMCI adoptou a solução RTLS para que membros da equipe possam determinar onde os pacientes estão localizados e imediatamente chegar a esses pacientes ou a outros funcionários, quando necessário. O instituto também está utilizando o sistema para melhorar a eficiência da equipe, reduzindo a quantidade de tempo gasto na procura de equipamentos fora de lugar, tais como bombas ou cadeiras de rodas.

A instalação já tinha começado a usar uma rede sem fios Wi-Fi da Cisco no local (WLAN), em 2007, para permitir que membros da equipe pudessem receber e transmitir dados para PCs e tablets. Depois, a gerência começou a procurar formas de continuar a capitalizar sobre o sistema, adicionando a tecnologia RTLS (Real Time Localization System ou Sistema de Localização em Tempo Real). A infraestrutura wireless já tinha ampliado a produtividade, de acordo com Marek Svoboda, vice-diretor para a ciência, desenvolvimento e treinamento do MMCI. Os funcionários usavam tablets e PCs para ver as informações em tempo real, no local em que tratam um paciente, como em sua cabeceira. Naquela época, alguns membros da equipe médica já tinham visitado os Estados Unidos, onde haviam testemunhado as implantações de RTLS, o que motivou o hospital a iniciar um estudo de viabilidade para a instalação do sistema. O centro começou abriu concorrência em abril de 2010 para fornecedores de soluções RTLS e contratou a Unis Computadores em junho.