RFID Noticias

Treehouse Labs lança sistema de RFID para localizar pessoas e coisas, utilizando iPhone

A solução consiste em um aplicativo de software, tags ativos e um leitor RFID embutido numa capa que se encaixa no telefone

Por Claire Swedberg

9 de dezembro de 2011 - A Treehouse Labs, uma empresa iniciante no desenvolvimento de produtos e sediada em Austin, Texas, está lançando uma solução de tecnologia sem fio que permite que um Apple iPhone localize itens ou indivíduos por meio da chamada plataforma BiKN (pronuncia-se, em inglês, "beacon", cujo significado, em português, é “sinal luminoso”). O sistema inclui um aplicativo para iPhone, um leitor RFID embutido numa capa que se encaixa ao telefone e uma tag RFID, de 2,4 GHz, alimentada por bateria e que pode ser fixada em pessoas ou coisas.

Com estes dispositivos, os usuários podem utilizar seu telefone para enviar alertas, localizar pessoas ou objetos, ou configurar uma espécie de coleira virtual. A solução está prevista para ser lançada formalmente em janeiro de 2012, no Consumer Electronics Show (CES). As etiquetas são feitas com chip transponder JN5148, da NXP Semiconductors, equipamento em conformidade com o padrão IEEE 802.15.4.

O aplicativo do BiKN é apenas o começo desta plataforma de soluções máquina a máquina, segundo John Howard, CEO da Treehouse Labs. A empresa já está se preparando para testar o sistema em aplicações comerciais, utilizando um protótipo desenvolvido em cooperação com a Shockwave Impact Systems LLC, de Chicago. O protótipo consiste em um sistema de sensores que pode ser instalado em capacetes de jogadores de futebol americano, para alertar treinadores, pais ou profissionais de saúde, caso um jogador tenha sofrido um impacto violento na cabeça. Neste caso, as tags com sensores da Shockwave transmitem os dados para um gateway BiKN, que recebe informações a até 4 quilômetros de distância e envia-as para um servidor baseado na Web, o qual os treinadores ou os pais dos jogadores podem acessar por meio dos seus smartphones.


A capa inteligente da BiKN “veste” o iPhone, para transformá-lo em um leitor de tags; ao lado do telefone, uma tag RFID para colocar em pessoas ou objetos


Para o aplicativo de software, a empresa procurou uma solução baseada em RFID que fosse facilmente adotada no mercado e barata para ser adquirida por usuários finais. A Treehouse Labs foi fundada em fevereiro deste ano, desmembrada da InMotion Software, empresa lançada em 2008, que desenvolve e comercializa aplicativos de jogos para o iPhone e o iPad. Devido à experiência da InMotion em desenvolver aplicativos (a empresa diz que seus aplicativos já foram baixados cinco milhões de vezes), Howard, que é cofundador da InMotion, diz que queria fornecer um aplicativo que permitisse que os usuários do iPhone criassem uma rede entre seu telefone e outros objetos.

Para isso, lançou a Treehouse com o CTO da nova empresa, Rich Cutler, que tem formação em tecnologia sem fio como gerente de engenharia da Motorola. Howard já havia sido dono de outra empresa de software, conhecida como FloodSource, vendida para a empresa de crédito TransUnion.

Para o sistema BiKN funcionar, os usuários devem comprar um pacote que inclui uma “capa inteligente”, que funciona como um leitor de RFID, bem como etiquetas (até oito funcionam com a capa) e um aplicativo para download. No primeiro passo, o usuário coloca a capa em seu iPhone, que se conecta diretamente no conector do telefone de 30 pinos. O telefone, então, conduz o usuário para baixar o aplicativo da BiKN, para estabelecer uma rede com coisas ou pessoas ligadas a tags. O sistema também permite incluir fotos, por exemplo, de uma criança ou objeto associado a cada etiqueta, para armazenar os dados.

O usuário teria, então, três opções com o sistema, de acordo com Cutler. Poderia enviar um alerta a um indivíduo específico, selecionado pelo ícone correspondente a esta pessoa. Em resposta, a tag emite um sinal audível e acende uma lâmpada LED. O indivíduo que usa a tag poderia, então, agir com base no alerta, por exemplo, no caso de uma criança, ir almoçar. Cada tag vem com um botão que localizar um iPhone.