RFID Noticias

Tagsys e ICM Airport Technics comercializam etiquetas de bagagem RFID para companhias aéreas

A tag utilizada pela Qantas agiliza o check-in de bagagens em aeroportos com leitores RFID e mesmo onde não há identificação por radiofrequência, graças a uma tela de papel eletrônico embutida na própria etiqueta

Por Claire Swedberg

8 de dezembro de 2011 - Dezoito meses após o lançamento do sistema de identificação por radiofrequência (RFID) Next Generation Check-In (NGCI), para automatizar check-in de bagagem no Perth Airport, a Qantas Airways implantou a solução em todas as suas seis localizações em aeroportos australianos, assim como em dezenas de pequenos aeroportos regionais. O sistema utiliza a tecnologia de RFID passiva EPC Gen 2 (segunda geração do Electronic Product Code) nos Q Bag Tags, que contém informações que identificam a bagagem, permitindo o autoatendimento dos passageiros.

A ICM Airport Technics e a Tagsys - as duas empresas que criaram a tecnologia por trás do sistema - estão atualmente desenvolvendo uma versão genérica da etiqueta (tag) de bagagem RFID, apelidada de Permanent Bag Tag (PBT), que poderia ser usada por outros aeroportos e companhias aéreas em todo o mundo. A nova tag poderia não apenas ser lida nos aeroportos que implantaram interrogadores RFID, mas também mostrar aos passageiros os dados de voo em uma pequena tela de papel eletrônico.


No sistema de autoatendimento de bagagem da Qantas, os passageiros utilizam uma tela sensível ao toque, colocam suas malas na esteira rolante, que pesa cada volume, enquanto um leitor de RFID captura o seu ID exclusivo Q BagTag


Em julho de 2010, a Qantas Airways iniciou sua experiência com o programa NGCI, no Perth Airport. Com 80 estações de check-in RFID postas nos seis principais aeroportos até outubro do mesmo ano, a Qantas tinha automatizado os processos de mais de quatro milhões de bagagens, com mais de três milhões de etiquetas Q Bag Tags em circulação. Cada Q Bag Tag pode ser reutilizada em um número ilimitado de voos.

A solução também ajuda os funcionários que manuseiam as bagagens nos aeroportos, já que exibe informações de cada volume em um monitor de vídeo quando passa por um leitor RFID, ajudando assim a eliminar extravios. O sistema de gestão de bagagem é da ICM Airport Technics, que tamém fornece os quiosques de check-in e máquinas de raios-X. Desde julho de 2010, a empresa, juntamente com Tagsys, equipou todas as seis principais áreas de operações da Qantas no aeroporto australiano com um sistema automatizado de despacho de bagagem com RFID.