RFID Noticias

Pesquisadores da Califórnia usam tecnologia para prever disponibilidade de água

Um grupo da Universidade da Califórnia está implantando centenas de sensores sem fio em Sierra Nevada, em um projeto chamado “Iniciativa para Infraestruturas Inteligentes de Água”

Por Claire Swedberg

22 de novembro de 2011 - Centenas de sensores sem fio instalados para transmitir dados que indicam a quantidade de neve que caiu ou derreteu de Sierra Nevada, nos Estados Unidos, bem como os níveis de saturação do solo. Toda esta informação pode ser usada para calcular o volume de água disponível para as dezenas de milhões de moradores e empresas da Califórnia, situados no pé das montanhas.

Um passo importante para alcançar esta meta de medir a água disponível tem sido a chamada SierraNet, um programa que vem sendo executado em conjunto pela Universidade da Califórnia (UC), com pesquisadores dos campi de Berkeley e de Merced.

A primeira etapa do projeto SierraNet está ocorrendo na área do Kings River Experimental Watershed e faz parte do laboratório ambiental do Southern Sierra Nevada Critical Zone Observatory (CZO). O projeto é liderado por Steven Glaser, professor de engenharia civil e ambiental de Berkeley, e por Roger Bales, professor de engenharia na Merced e diretor do Sierra Nevada Research Institute (SNRI).

A equipe de Glaser está criando uma instalação maior de sensores sem fio, distribuídos em toda a bacia do rio Americano, com uma doação de US$ 2 milhões do National Science Foundation (NSF). A concessão, feita em setembro de 2011, valerá por um período de quatro anos.


Steven Glaser corrige um dos nós de sensores instalados em Sierra Nevada


A instalação do rio Americano fornecerá uma visão bem maior do movimento de água originário de Sierra Nevada, a fim de ajudar a prever o abastecimento de água para os centros urbanos desta região. “Na verdade”, diz Glaser, “será a maior rede ecológica sem fios de todo o mundo”.

O projeto é uma pequena parte da chamada "Internet of Water" (internet da água), que os pesquisadores de quatro campi da Universidade da Califórnia – Berkeley, Merced e ainda Davis e Santa Cruz – estão criando. O principal trabalho, conhecido como o "Intelligent Water Infrastructures Initiative" (Iniciativa para Infraestruturas Inteligentes de Água), tem a intenção de controlar o volume e fluxo de água nas montanhas, aquíferos e o delta dos rios californianos de Sacramento e San Joaquin, tornando esses dados disponíveis para o público em geral pela internet, em tempo real.

O Intelligent Water Infrastructures Initiative conta com apoio do Center for Information Technology Research in the Interest of Society (CITRIS) (Centro de Pesquisa em Tecnologia da Informação de Interesse da Sociedade), um programa multidisciplinar que abrange os campi de Berkeley, Davis, Merced e Santa Cruz, da Universidade da Califórnia, além de mais de 60 parceiros industriais.