RFID Noticias

RFID Mantém o Ruído do Motor Conferido no Autódromo

O Complexo de Automobilismo de Nürburgring está usando um sistema de engenheiros de som BeSB com tecnologia RFID da Identec Solutions para identificar a quantidade de som gerada por veículos passando por áreas residenciais.

Por Claire Swedberg

13 de setembro de 2011 - Graças a tags RFID afixadas a carros de corrida, bem como leitores e equipamentos de medição sonora localizados pelo percurso, o Complexo Automotivo de Nürburgring, na Alemanha, está monitorando o nível de ruído do motor de cada carro.

Apesar de motoristas de corridas e seus fãs gostarem de um esporte que envolve dirigir por um circuito sinuoso, através de florestas e vilarejos próximos, o ruído produzido pelos veículos não é popular entre os habitantes da vizinhança da pista. Por esse motivo, o som emanado pelos carros é regulado pelos organizadores da corrida, para garantir que nenhum carro produza um nível de barulho maior do que o permitido.


Alexander Knobloch, engenheiro da BeSB GmbH Berlim
Organizadores de corridas em Nürburgring empregaram diversos métodos para controlar o nível de ruído dos carros. O método mais recente consistiu no uso de um microfone, bem como laços de indução já existentes (instalados na linha de chegada para cronometrar tempos de voltas) que detectavam cada transponder cronômetro de cada carro, conforme passam pela linha. Apesar de a solução ter ajudado a medir os níveis de som no fim da corrida (enquanto também informava aos corredores sobre quando cada carro passava pela linha de chegada), ela não podia medir os níveis de ruído por todo o percurso, nem ligava automaticamente uma medida de som a um veículo específico.

Para resolver esse problema, carros no Complexo Automotivo de Nürburgring agora utilizam um sistema que inclui tecnologia RFID fornecida pela Identec Solutions. Com leitores posicionados em posições estratégicas do percurso, bem como microfones e, com tags RFID afixadas a cada veículo, o complexo monitora automaticamente os níveis de ruído produzidos por cada veículo em diversos pontos do percurso. A solução é fornecida pela empresa de engenharia de som BeSB GmbH, localizada em Berlim, usando hardware e software da Identec Solutions. A BeSB utilizou a tecnologia que mediria o som pelo percurso, que tem 20 quilômetros.

O circuito de Nürburgring, que foi inaugurado em 1927 e é um dos circuitos de corrida mais antigos do mundo, foi construído antes das regulamentações de ruído. Atualmente o complexo é dividido em duas seções: o circuito moderno Grand-Prix (GP), onde os eventos maiores, como a Fórmula 1 acontecem; e o histórico Nordschleife (Anel Norte), usado majoritariamente para corridas de longa duração, testes da indústria automotiva e para turistas guiarem. O Anel Norte é a área onde o barulho é preocupante.