RFID Noticias

Para Promover a Sustentabilidade e Eficiência, Passageiros de Ônibus de Dubuque Levam a RFID para uma Viagem

O projeto emprega tags ativas e leitores da Wave Reaction para determinar quando e onde os passageiros usam o serviço de ônibus da cidade.

Por Claire Swedberg

13 de setembro de 2011 - us de Dubuque, Iowa, estão utilizando tags de identificação por radiofrequência para ajudar a cidade a rastrear seus movimentos, em um esforço para melhorar o sistema de transporte público da cidade. Ao carregarem tags RFID nos ônibus, os voluntários estão permitindo a coleta de dados sobre quando e onde as pessoas sobem e saltam dos ônibus. Os resultados podem ser então compartilhados com os passageiros (para ajudá-los a planejar seus horários de viagens, baseado no número de passageiros), bem como com os gerentes de transporte da cidade (para melhorar o serviço de ônibus).

O projeto emprega tecnologia RFID fornecida pela Wave Reaction, com base em Galena, Illinois, e os dados sobre os números de passageiros estão sendo analisados pela IBM Research. É um dos dois projetos sendo realizados durante o estudo-piloto da cidade, Smarter Travel, como parte de um esforço maior conhecido como Dubuque Sustentável, projetado para melhorar de tudo, dos serviços de água e energia da cidade a serviços de saúde. O outro projeto Smarter Travel envolve rastrear os movimentos de trabalhadores em seus carros, através de dados de GPS coletados de telefones celulares. Nenhum dos projetos rastreia os indivíduos pelo nome, somente por um número de identificação anônimo.


Dubuque está usando tags RFID, carregadas por passageiros para coletar dados sobre quando e onde eles embarcam e desembarcam de ônibus públicos.

O esforço sustentável de Dubuque começou em 2006, diz David Lyons, o gerente do projeto, quando o conselho da cidade e o prefeito elegeram a sustentabilidade como sua prioridade. Em 2009, Dubuque começou a planejar programas-piloto para aprender mais sobre como serviços sustentáveis de cidades operam e como eles podem ser melhorados. No que diz respeito a transporte, a cidade esperava obter informação que iria ajudá-la a determinar como encorajar mais pessoas a usarem ônibus, bem como tornar os horários dos ônibus mais eficientes (fazendo com que ônibus de tamanhos apropriados percorressem as rotas nas quais eles eram mais necessários, por exemplo). Para atingir esse objetivo, a cidade começou a trabalhar com a IBM Research para analisar dados e determinar se a RFID seria a melhor tecnologia para adquirir essa informação, por rastreamento de passageiros no sistema público de transporte existente. A porção do sistema público de transporte de Dubuque que está sendo utilizada para este teste consiste de aproximadamente 18 ônibus, bem como diversos outros veículos "sob-demanda" que são postos em circulação em horários de maior movimento que requerem serviço extra.

Cada um dos 18 ônibus — alguns pequenos e outros grandes, com duas portas — foram equipados com leitores RFID projetados e construídos pela Wave Reaction. A empresa também instalou um equipamento conhecido como gerador de campo em todos os ônibus, afixado ao teto do veículo, de acordo com Charles Daoud, diretor de vendas da Wave Reaction. O dispositivo consiste de uma antena que age como um excitador, enviando um sinal de 433 MHz para a tag, a instruindo a responder.

"Wave Reaction é um belo exemplo de um inovador local que chegou e explicou os processos de uma maneira mais rápida e barata do que esperávamos", diz Lyons.