RFID Noticias

O Hospital Israelita Albert Einstein Utiliza Tecnologia RFID para Monitorar Temperaturas e Rastrear Ativos

O hospital brasileiro afirma que a implantação das etiquetas e do software AeroScout Wi-Fi tem ajudado a instituição a melhorar os serviços de atendimento aos pacientes, reduzir a quantidade de trabalho dos funcionários e evitar o desperdício de produtos farmacêuticos e tecidos.

Por Claire Swedberg

31 de maio de 2010 - Quando o Hospital Israelita Albert Einstein (HIAE) começou a procurar por um sistema de localização em tempo real (RTLS), ela optou por uma abordagem holística. O hospital brasileiro encontrou uma empresa, a AeroScout, para fornecer um sistema com etiquetas RFID que pudessem ser rastreadas pelo sistema VoIP da Rede Unificada Sem Fio Wi-Fi da Cisco utilizado pelo hospital. Ela então reuniu todos os seus departamentos para criar um plano.

O hospital promoveu um workshop de uma semana no começo de 2009, incluindo membros dos departamentos de segurança, enfermagem, farmacêutico, biomédico, laboratórios e instalações, assim como Joel Cook, Diretor de Marketing para Soluções na Área da Saúde da Aeroscout, para discutir sobre as ineficiências do hospital assim como falar sobre os benefícios das tecnologias RTLS e RFID. Eventualmente, o HIAE desenvolveu um plano com três fases, começando com o monitoramento de temperatura nos refrigeradores e congeladores, seguidos pela gestão de ativos e, por último, a localização de pacientes no hospital. As duas primeiras fases já foram concluídas e a terceirafase, a localização de pacientes, será realizada nos próximos 18 meses.

O HIAE, um hospital com 489 leitos em São Paulo, serve à uma das comunidades mais ricas do Brasil. Seus pacientes geralmente possuem grandes expectativas em relação ao serviço e aos cuidados médicos oferecidos pela instituição. De acordo com Sérgio Arai, Diretor de Informática do HIAE, o hospital, frequentemente descrito como um dos mais avançados do mundo, é conhecido pela sua competência e compromisso de longa data para melhorar a segurança de seus pacientes. O hospital foi o primeiro a ser certificado pela Joint Commission International – Comissão Conjunta Internacional, o que requer, em parte, que um hospital monitore as temperaturas em seus refrigeradores para o armazenamento de sangue, amostras de tecido e produtos farmacêuticos.

Antigamente, os funcionários do hospital empregavam um método manual para fazer esse monitoramento (lendo termômetros e escrevendo as temperaturas em um papel), mas era uma estratégia que consumia muito tempo para monitorar as temperaturas de 211 refrigeradores localizados em vários locais dentro dos cinco prédios do hospital, que possui uma área de 86.000 metros quadrados. Além disso, o sistema de RFID para monitoramento de temperatura poderia ser implantado muito rapidamente simplesmente anexando as etiquetas a cada unidade de refrigeração e instalando o software Mobile View da Aeroscout para traduzir e armazenar os dados assim como enviar mensagens de alerta quando necessário.

"O hospital levou em consideração as soluções RTLS fornecidas por várias empresas, mas sentiu que a Aeroscout possuía mais conhecimentos e experiência com a utilização do RTLS na área da saúde," explicou Arai. Além disso, os diretores da instituição gostaram do fato de que uma versão do software Mobile View existia em português brasileiro.