RFID Noticias

Impinj Faz Oferta Pública Inicial (IPO)

A fabricante de chips fez uma oferta pública inicial com o objetivo de obter até US $100 milhões para pagar dívidas e subsidiar pesquisas.

22 de abril de 2011 - Por Claire Swedberg

A Impinj, uma empresa localizada em Seattle, nos EUA, fabricante de chips RFID de frequência ultra alta, fez uma oferta pública inicial (IPO) de suas ações na bolsa de valores. A empresa espera arrecacadar até US $100 milhões. O número de ações a serem oferecidas ainda precisa ser determinado assim como o preço delas.

O anúncio da IPO acontece após a Impinj vivenciar o ano com o maior número de vendas desde a fundação da empresa, há uma década. De acordo com a declaração de registro S-1 preenchida com a U.S. Securities and Exchange Commission – Comissão da Bolsa de Valores dos EUA (SEC), a Impinj obteve uma receita anual de US $25 milhões em 2008, US $21 milhões em 2009 e US$ 32 milhões no ano passado. Entretanto, como muitas empresas iniciantes, a Impinj nunca foi considerada lucrativa. Ela sofreu perdas líquidas de US $11,9 milhões em 2008, US $9,9 milhões e US $11,4 milhões em 2010.

Durante os primeiros três meses de 2011, a Impinj teve uma perda líquida de US $1,8 milhão, contabilizando um total de perdas de US $155,8 milhões. Mas a empresa antecipou que o período de incubação para a tecnologia RFID está chegando ao final e que a adoção dessa tecnologia será mais acelerada nos próximos anos. Na declaração S-1, a Impinj afirmou: "Nós acreditamos que a demanda por sistemas UHF Gen 2 crescerá, tanto pela penetração em aplicações existentes, como a etiquetação de roupas, como pela expansão de uma gama de outras aplicações de etiquetação de alto volume."

Os produtos CI (circuito integrado) da empresa são vendidos como parte de uma plataforma tecnológica conhecida como GrandPrix, que inclui CIs Monza para etiquetas RFID, CIs leitores Indy e leitores Speedway. Essa tecnologia é frequentemente empregada pelo mercado varejista, incluindo os setores de vestuário, farmacêutico, alimentício e de bebidas, assim como utilizada por empresas tecnológicas e de logística e agências governamentais.

A Impinj se recusou a fazer qualquer comentário sobre esse artigo devido às regras da SEC. "A oferta significa uma maior confiança no mercado da tecnologia RFID por parte da Impinj," afirmou Michael Liard, Diretor de Tecnologia RFID da empresa ABI Research. "Acredito que exista um senso comum no mercado de que essa tecnologia alguns das empresas e que isso (a oferta pública) é um sinal do crescimento e estabilidade do mercado," disse Liard.