RFID Noticias

A HP Lança Serviço RFID para Ativos de TI

A Hewlett-Packard anunciou que ela instalará sistemas de leitura RFID nas instalações dos clientes para controlar os servidores HP e outros equipamentos de TI produzidos com as etiquetas pré-instaladas Gen2. A HP oferecia esses serviços antigamente de acordo com cada projeto, mas agora ela formalizou esses serviços e os inseriu no leque de opções do Serviço Expresso de Fábrica da HP.

9 de junho de 2008 - Esse artigo foi originalmente publicado pelo informativo RFID Update.

A Hewlett-Packard, empresa do Vale do Silício, nos EUA, anunciou hoje que seus clientes poderão agora comprar servidores, dispositivos de armazenamento de dados e racks com etiquetas RFID integradas como parte de um novo serviço de gerenciamento de ativos de TI. Como parte desse novo serviço RFID do Serviço Expresso de Fábrica da HP, a empresa também instalará uma infraestrutura para a leitura de etiquetas RFID e a integrará com o sistema de software preferido do cliente. O popular software de gerenciamento de ativos de TI da HP, o OpenView Asset Center, já traz a entrada de RFID.

O serviço grava automaticamente a presença dos equipamentos quando eles saem e entram na área monitorada, geralmente um centro de dados, e auxilia os administradores de TI a identificá-los precisamente e a fazer o inventário de equipamentos.

"A HP tem fornecido sistemas de gerenciamento de ativos de TI com base na tecnologia RFID por muitos anos, mas ela nunca ofereceu um produto e um serviço formalizados", disse o Diretor do Programa Global de RFID da HP, Frank Lanza, ao informativo RFID Update.

"Nós temos aproximadamente 12 clientes que utilizam um centro de dados RFID e o HP OpenView Asset Center já foi instalado em mais de 1.000 locais", afirmou Lanza. "Muitos dos nossos clientes nos dizem: "Não seria bom se vocês pudessem etiquetar as coisas antes que elas cheguem aos nossos centros de dados?", acrescentou.

A HP agora oferece as etiquetas RFID UHF passivas Gen2, instaladas na fábrica, em seus sistemas de servidores ProLiant e Integrity, nos produtos StorageWorks Enterprise Virtual Array e StorageWorks Modular Smart Array, nos gabinetes para servidor e na infraestrutura de racks. Dois tipos de serviço estão disponíveis. O serviço padrão codifica um número exclusivo para o Código Eletrônico do Produto (EPC) na etiqueta. O Serviço Personalizado Expresso de Fábrica permite uma fixação mais personalizada das etiquetas e serviços de dados. Também existe uma memória disponível nas etiquetas para os clientes escreverem seus próprios dados.

O serviço custa entre US$ 5,00 e US$ 10,00 por ativo etiquetado. Ele está atualmente disponível para os clientes nos EUA e no Canadá e a HP informou que planeja estender a oferta para o Brasil, Singapura e Reino Unido.

De acordo com Lanza, os bancos, empresas de seguro e de investimento devem estar entre os primeiros usuários.

"Essas organizações possuem grandes centros de dados, uma grande cobertura geográfica ao redor do mundo, e desejam ter processos consistentes, ele afirmou.

"Os clientes estão mais interessados em utilizar o serviço para manter relatórios precisos dos ativos e seus locais ao invés de prevenir o roubo", enfatizou Lanza. "As pessoas desejam saber o que está no centro de dados, o que deixou o centro de dados e quem retirou os ativos", explicou.

"Atualmente, o serviço possibilita apenas a identificação da etiqueta, mas a HP está considerando a integração de vibrações e sensores de temperatura para que os usuários possam monitorar as condições de seus equipamentos de TI", disse Lanza. A empresa poderá também explorar a integração de gerenciamento de ativos de RFID com a vigilância por vídeo. Por exemplo, um leitor que detecta um ativo deixando o centro de dados poderia direcionar uma câmera de vídeo para gravar o fato. SimplyRFID introduziu e integrou um sistema RFID de vigilância por vídeo no começo desse ano, mas ele não é específico para equipamentos de TI (veja Nox System Uses RFID to Catch a Thief ).
  • « Anterior
  • 1
  • Próximo »