RFID Noticias

HP Apresenta Protótipo de Mostruário Inteligente

Uma vez implantada, essa estante modular armazenará os cartuchos de jatos de tinta da HP e fornecerá à empresa informações em tempo real sobre a demanda pelos tipos diferentes de cartucho disponíveis.

Por Mark Roberti

23 de outubro de 2007 - A Hewlett-Packard (HP) apresentou um protótipo de mostruário inteligente no II Simpósio de RFID, um evento que a empresa realizou na semana passada em São Paulo, no Brasil. O mostruário, do tamanho de um forno de cozinha, foi projetado não para funcionar como uma máquina de venda automática, mas sim para melhorar a reposição de cartuchos de jatos de tinta para impressoras vendidos nas lojas e auxiliar os lojistas com as vendas.

"Essa estante modular permitirá que nós tenhamos um gerenciamento de inventário de primeira classe", afirma Didier Chenneveau, Vice-presidente e Gerente Geral de Operações da HP nas Américas. "Ela nos ajudará a garantir que as lojas nunca fiquem sem os cartuchos e que nós possamos fazer a reposição baseados em uma demanda real", acrescentou.

O mostruário pode armazenar várias dúzias de cartuchos, sendo que cada um é etiquetado com uma etiqueta UHF EPC. O sistema inclui um leitor RFID, que lê continuamente as etiquetas, e uma tela de exibição sensível ao toque que mostra uma variedade de impressoras HP. Um cliente pode selecionar a impressora específica que ele ou ela possui e o sistema informará àquela pessoa se existe um cartucho de reposição no estoque e sugerirá a busca de ajuda através de um funcionário da loja. O funcionário então destravará o mostruário e retirará o produto correto.

Atualmente, o sistema não diferencia os locais dos itens dentro do mostruário ou indica se um determinado produto está em um local errado. Ele inclui, no entanto, um recurso de autenticação. Após ter recebido um cartucho, o cliente pode colocá-lo em uma bandeja. O sistema então lê o número de série do Código Eletrônico do Produto (EPC) codificado na etiqueta do produto e confirma que o cartucho é genuíno pelo fato de seu EPC corresponder ao EPC de um número de série na base de dados da HP.

O mostruário possui uma tecnologia embutida de telefonia móvel, utilizada para fazer o upload de informações a respeito dos itens que foram vendidos. Esses dados são então armazenados em uma base de dados para que a HP possa reabastecer seu inventário baseada em informações sobre as vendas colhidas praticamente em tempo real.

"Isso não é apenas uma idéia", afirmou Chenneveau. "Nós temos um protótipo em funcionamento. Nós testamos a tecnologia e ela funciona. Agora, nós estamos trabalhando para implantá-la.", completou.
  • « Anterior
  • 1
  • Próximo »