RFID Noticias

Inovação em eletrônica flexível está em pauta na UE

Programa da União Europeia (EU) busca parceiros e pesquisadores de universidades para desenvolver uma tag RTLS pequena e reciclável

Por Claire Swedberg

7 de dezembro de 2018 - A empresa de sistemas francesa UWINLOC é uma das 20 participantes da iniciativa SmartEEs H2020, da União Europeia (UE), para desenvolver uma eletrônica nova e flexível que pode ser incorporada a produtos ou processos. Cada um dos participantes desenvolverá e construirá o que está sendo chamado de um experimento de aplicação (Application Experiment - AE) para ajudar a trazer novos produtos para o mercado. As SmartEEs, um programa de aceleração que apoia a inovação em tecnologias electrónicas flexíveis, é financiado pelo programa de pesquisa e inovação Horizon 2020 da UE.

A UWINLOC planeja desenvolver uma versão miniaturizada e sustentável de sua tecnologia para rastreamento de localização. A empresa trabalhará com a Eurecat, além de pesquisadores universitários, para desenvolver um produto voltado para novos segmentos de mercado. A UWINLOC pretende desenvolver uma versão menor de sua tag RFID de banda ultralarga (UWB) e ultra-alta frequência (UHF), flexível e sustentável, com uma antena impressa.

Patrick Chan
O pequeno tamanho e a flexibilidade da etiqueta permitiriam que fosse anexada a itens pequenos, como ferramentas ou objetos com superfícies curvas em ambientes industriais, bem como em serviços de saúde, logística ou varejo. A etiqueta será projetada para ser feita de materiais recicláveis, relata a empresa.

A UWINLOC foi lançada em 2015 para resolver um problema em fábricas e armazéns que não estava sendo adequadamente abordado pelas tecnologias existentes de RFID e sistema de localização em tempo real (RTLS). A RFID UHF fornece dados de localização aos interrogadores por meio de uma tag passiva, mas a localização de um objeto ou indivíduo não pode ser identificada especificamente. As soluções RTLS, por outro lado, exigiam uma tag ativa com uma bateria.

Após um ano de desenvolvimento com produtos de prateleira, diz Patrick Chan, diretor de produtos da UWINLOC, a empresa optou por projetar seu próprio hardware usando tecnologias UHF e UWB passivas, fabricadas por terceiros de acordo com as especificações da UWINLOC. As tags recebem transmissões de interrogação de emissores de RFID UHF e, em seguida, respondem com sinais UWB. Os interrogadores da UWB, conhecidos como beacons, permitem que os usuários identifiquem a localização de um item em 3D em aproximadamente 12 polegadas (ou seja, o sistema entende a altura de um objeto, como um empilhado em uma prateleira) e sua localização em um armazém.